Porto Alegre, terça-feira, 18 de maio de 2021.
Porto Alegre,
terça-feira, 18 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Negócios corporativos

- Publicada em 08h26min, 18/05/2021. Atualizada em 08h58min, 18/05/2021.

Grupo dono da Panvel fatura R$ 735,8 milhões no 1º trimestre de 2021, alta de 12%

Expansão de lojas e de serviços, como o Panvel Clinic, puxou o desempenho da rede no 1º trimestre

Expansão de lojas e de serviços, como o Panvel Clinic, puxou o desempenho da rede no 1º trimestre


LUIZA PRADO/JC
Na carona da maior demanda na pandemia, o grupo Dimed, dono da rede Panvel Farmácias, faturou R$ 735,8 milhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 12% em relação ao memso períodod e 2020. Já o lucro líquido ajustado avançou 20,3%. O balanço do grupo, com capital aberto na bolsa de valores (B3), foi divulgado na manhã desta terça-feira (18).
Na carona da maior demanda na pandemia, o grupo Dimed, dono da rede Panvel Farmácias, faturou R$ 735,8 milhões no primeiro trimestre deste ano, alta de 12% em relação ao memso períodod e 2020. Já o lucro líquido ajustado avançou 20,3%. O balanço do grupo, com capital aberto na bolsa de valores (B3), foi divulgado na manhã desta terça-feira (18).
O lucro líquido ajustado, que considera efeitos não-recorrentes, totalizou R$ 19,7 milhões. Sem esses efeitos, o resultado alcançou de R$ 21,3 milhões, com alta de 29,9%, segundo a companhia, com sede no Rio Grande do Sul. O faturamento das lojas de rua chegou a aumentar 20,3%.
A rede vem registrando expansão acelerada de pontos físicos, com combinação de venda por e-commerce e retirada na loja mais próxima do cliente, por exemplo. As vendas digitais representaram 15,3% dos negócios do varejo e cresceram 67,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.
O EBITDA ajustado no primeiro trimestre ficou em R$ 37,5 milhões, equivalente a 4,6% da receita bruta, e 10,5% acima do mesmo período do ano passado, pré-pandemia. 
Uma das frentes que impactou o negócio, segundo o grupo, foi a operação do Panvel Clinic, com oferta de vacinas e testes nas lojas. Exames de Covid-19 são um dos mais requisitados. A rede também apoia a imunização da Covid-19, com aplicação das vacinas fornecidas pelo SUS. 
A empresa abriu 145 novas salas de atendimento para aplicar testes de Covid em 2021 até o mês de abril, totalizando 237 filiais aptas para realizarem o serviço, infoma a marca. Foram feitos mais de 200 mil testes para detectar o novo coronavírus.
“Mesmo com o desafiador período de agravamento das restrições por conta da pandemia de coronavírus, especialmente em fevereiro e março, e conectados ao nosso propósito, mantivemos a operação para atender aos nossos clientes”, destacou o presidente do Grupo Dimed, Julio Mottin Neto, por nota.
Outra área responsável pelo desempenho das vendas é a de Produtos Panvel, desenvolvidos pela empresa e com produção própria. A participação ficou em 8,1% no primeiro trimestre, acima dos 6,9% obtidos em igual período do ano passado. O crescimento foi de 30,9% no confronto dos dois períodos.
Foram investidos R$ 27,8 milhões no período, quase o dobro do valor do 1º trimestre de 2020. Em 2021, a meta é abrir 65 novas lojas. Foram sete novas de janeiro a março. Hoje são 477 unidades no Estado, em Santa Catarina, no Paraná e em São Paulo.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário