Porto Alegre, sexta-feira, 07 de maio de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 07 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

tributos

- Publicada em 03h00min, 07/05/2021.

Fiergs discute teto de impostos no Brasil

O secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Alexandre da Costa, debateu na Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), em reunião nessa quinta-feira (6), a ideia de criar um "teto para os impostos no Brasil".
O secretário de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Alexandre da Costa, debateu na Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), em reunião nessa quinta-feira (6), a ideia de criar um "teto para os impostos no Brasil".
Ele citou a trajetória de participação crescente da carga tributária do País sobre o PIB, e questionou: "Se existe um teto de gastos, por que não criar um teto para os impostos?". Segundo ele, o setor industrial sempre foi injustiçado, pagando a maior parte da conta de impostos. Portanto, "gostaria de começar com esta Federação a discutir o conceito de ter um limite de tributação, inclusive prevendo punições, como o rebaixamento de alíquotas no caso de exceder eventualmente o teto fixado".
O presidente da Fiergs, Gilberto Porcello Petry, disse que a ideia é muito bem-vinda, pois é colocada em debate quando há a discussão nacional sobre a reforma tributária. Petry afirmou também que o governo do presidente Jair Bolsonaro obteve avanços, entre eles a consolidação da modernização trabalhista, assim como as concessões e privatizações no setor de infraestrutura, e que a expectativa agora fica para as reformas tributária e administrativa.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário