Porto Alegre, terça-feira, 27 de abril de 2021.
Porto Alegre,
terça-feira, 27 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Indústria

- Publicada em 17h40min, 27/04/2021.

Prefeitura quer desburocratizar legislação para atrair investimentos ao Parque Industrial da Restinga

Equipe da prefeitura esteve nesta terça no Distrito Industrial da Restinga

Equipe da prefeitura esteve nesta terça no Distrito Industrial da Restinga


JOÃO PAULO MAGALHÃES/PMPA/DIVULGAÇÃO/JC
Para buscar alavancar o desenvolvimento econômico do extremo-sul de Porto Alegre, a prefeitura estuda a possibilidade de desburocratizar a legislação para atrair novas empresas ao Parque Industrial da Restinga. Nesse sentido, um grupo de trabalho será constituído pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Smdet) da Capital, para elaborar alternativas voltadas ao crescimento da região.
Para buscar alavancar o desenvolvimento econômico do extremo-sul de Porto Alegre, a prefeitura estuda a possibilidade de desburocratizar a legislação para atrair novas empresas ao Parque Industrial da Restinga. Nesse sentido, um grupo de trabalho será constituído pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Smdet) da Capital, para elaborar alternativas voltadas ao crescimento da região.
 A decisão foi anunciada nesta terça-feira (27) pelo secretário da pasta, Rodrigo Lorenzoni, em reunião na sede da Associação do Comércio e da Indústria da Restinga. Segundo ele, a secretaria fará um diagnóstico completo da situação do parque industrial para apresentar ao prefeito Sebastião Melo.
“Há um amplo espaço para ser aproveitado por indústrias das mais variadas vertentes. Atualmente, o maior obstáculo encontrado pelos empreendedores para investir aqui tem sido o excesso de burocracia e de leis ultrapassadas”, relata Lorenzoni.
Após o levantamento, a ideia é desenvolver um cronograma de ações voltadas à otimizar a relação do município com o empresariado. "Há um sentimento na cidade de que chegou o momento de simplificarmos as relações entre Poder Público e iniciativa privada, sempre com a intenção de gerar emprego e renda aos porto-alegrenses”, ressalta o gestor.
Acompanhado do secretário municipal de Habitação e Regularização Fundiária, André Machado, o titular da Smdet também vistoriou os terrenos do parque industrial, identificando algumas ocupações irregulares no entorno, que serão analisadas pela equipe do Departamento Municipalde Habitação (Demhab).
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário