Porto Alegre, terça-feira, 27 de abril de 2021.
Porto Alegre,
terça-feira, 27 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Conjuntura

- Publicada em 03h00min, 27/04/2021.

Investidores estrangeiros retiram US$ 2,1 bilhões do Brasil em março

Em 12 meses, mercado doméstico está positivo em US$ 23,3 bilhões

Em 12 meses, mercado doméstico está positivo em US$ 23,3 bilhões


/FREEPIK/REPRODUÇÃO/JC
Após nove meses de resultados positivos, os investidores estrangeiros retiraram US$ 2,1 bilhões do mercado de ações e títulos públicos em março, segundo dados Banco Central (BC). O volume negociado no mercado doméstico havia mostrado recuperação depois dos meses mais críticos da pandemia de Covid-19, mas foi afetado pelo agravamento da crise sanitária no país e de novas rodadas de medidas de restrição para conter a transmissão do vírus. Em fevereiro, houve ingresso líquido de US$ 3,6 bilhões.
Após nove meses de resultados positivos, os investidores estrangeiros retiraram US$ 2,1 bilhões do mercado de ações e títulos públicos em março, segundo dados Banco Central (BC). O volume negociado no mercado doméstico havia mostrado recuperação depois dos meses mais críticos da pandemia de Covid-19, mas foi afetado pelo agravamento da crise sanitária no país e de novas rodadas de medidas de restrição para conter a transmissão do vírus. Em fevereiro, houve ingresso líquido de US$ 3,6 bilhões.
No acumulado dos 12 meses, no entanto, os investimentos no mercado doméstico ficaram positivos em US$ 23,3 bilhões, puxados pelos resultados dos meses anteriores.Já os investimentos diretos no país somaram US$ 6,9 bilhões no mês.
Os investimentos diretos, diferentemente das aplicações em ações e títulos públicos, são feitos por empresas que estabelecem um relacionamento de médio e longo prazo com o país e são menos voláteis em crises momentâneas por envolver decisões mais duradouras.Nos 12 meses, as aplicações desse tipo totalizaram US$ 39,3 bilhões. Em fevereiro, os investimentos diretos foram de US$ 9 bilhões, maior valor para o mês desde 2011.
As empresas brasileiras aplicaram US$ 1,4 bilhão em outros países em março.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário