Porto Alegre, segunda-feira, 22 de março de 2021.
Dia Mundial da Água.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 22 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Energia

- Publicada em 21h25min, 21/03/2021.

Cooperação pode fomentar o biogás e o biometano

Falta de matéria-prima para manter escala é uma das dificuldades

Falta de matéria-prima para manter escala é uma das dificuldades


/JOÃO MATTOS/arquivo/JC
Jefferson Klein
Vista como uma solução ambientalmente correta, a produção de biogás e biometano (biogás purificado) através de resíduos orgânicos (como dejetos de porcos, aves e gado) enfrenta ainda alguns obstáculos para atingir todo o seu potencial no Brasil e no Rio Grande do Sul. A pesquisadora da Universidade de Caxias do Sul e coordenadora do 3º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano, Suelen Paesi, argumenta que a escala para obter a matéria-prima para produzir os biocombustíveis pode ser um problema, mas a solução para isso está na cooperação entre os geradores dos resíduos.
Vista como uma solução ambientalmente correta, a produção de biogás e biometano (biogás purificado) através de resíduos orgânicos (como dejetos de porcos, aves e gado) enfrenta ainda alguns obstáculos para atingir todo o seu potencial no Brasil e no Rio Grande do Sul. A pesquisadora da Universidade de Caxias do Sul e coordenadora do 3º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano, Suelen Paesi, argumenta que a escala para obter a matéria-prima para produzir os biocombustíveis pode ser um problema, mas a solução para isso está na cooperação entre os geradores dos resíduos.
Suelen comenta que a produção do biogás, para geração de energia elétrica ou térmica, ou do biometano, que pode ser aproveitado para abastecer veículos automotores, pode ser feita por pequenos ou grandes produtores. Os criadores de suínos, por exemplo, podem se unir para juntar material suficiente para alimentar uma usina ao mesmo tempo que dão uma destinação correta aos rejeitos de suas atividades. A pesquisadora acrescenta que federações e sindicatos ligados ao campo podem auxiliar nessa inciativa. "Um dos maiores gargalos no agronegócio é a geração de resíduos" frisa.
Suelen acrescenta que, especificamente o Rio Grande do Sul, que tem uma vasta tradição agrícola, tem possibilidade de aumentar sua participação na produção nacional de biogás. De acordo com nota técnica do Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás), em 2019, o Brasil contava com 521 complexos de biogás em operação, atingindo um volume de aproximadamente 1,34 bilhão de normal metro cúbico ao ano (Nm3/ano). Desse total, 26 unidades encontravam-se no Rio Grande do Sul, representando em torno de 5% do volume de biogás produzido no País pelas plantas em atividade naquele ano.
Sobre o 3º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano, Suelen informa que essa edição do evento, devido à pandemia, será realizada de forma online, de 29 de março a 1º de abril. As inscrições podem ser feitas, gratuitamente, pelo site www.biogasebiometano.com.br. A expectativa é atrair para o encontro empreendedores do setor, produtores rurais, prefeitos, acadêmicos, entre outros.

Saiba mais

O que é biogás

É uma mistura de gases composta principalmente por metano e dióxido de carbono, obtida normalmente através do tratamento de resíduos domésticos, agropecuários e industriais, por meio de processo de biodegradação anaeróbia, ou seja, na ausência de oxigênio.

O biogás pode ser aplicado na geração de energia elétrica e energia térmica e na produção de biometano, um biocombustível similar ao gás natural. Durante o processo, também há produção de biofertilizante.

Quem pode produzir

Propriedades rurais, aterros sanitários e indústrias relacionadas à agropecuária. Também é possível produzir biogás com esgoto e resíduos de alimentos (domésticos, comerciais e industriais).

Fonte: Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano.

Comentários CORRIGIR TEXTO