Porto Alegre, segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Serviços

- Publicada em 14h33min, 22/02/2021.

Feiras ecológicas do Bom Fim fazem abaixo-assinado para manter José Bonifácio fechada

A interrupção ocorre desde abril de 2020, para permitir o distanciamento físico entre as bancas

A interrupção ocorre desde abril de 2020, para permitir o distanciamento físico entre as bancas


LUIZA PRADO/JC
O fechamento da avenida José Bonifácio nos dias de feiras ecológicas ao lado do Parque da Redenção, em Porto Alegre, adotado até agora na pandemia pode ficar depois de passado o período da crise sanitária? Se depender de frequentadores do circuito de venda de alimentos orgânicos mais antigo do Brasil, sim.
O fechamento da avenida José Bonifácio nos dias de feiras ecológicas ao lado do Parque da Redenção, em Porto Alegre, adotado até agora na pandemia pode ficar depois de passado o período da crise sanitária? Se depender de frequentadores do circuito de venda de alimentos orgânicos mais antigo do Brasil, sim.
Um abaixo-assinado foi lançado na semana passada e tem apoio das comissões da Feira de Agricultores Ecologistas (FAE) e Feira Ecológica do Bom Fim (FEBF), segundo nota do setor. A petição pública já está disponível na internet e será depois encaminhada ao prefeito Sebastião Melo. 
O movimento quer manter o fechamento da avenida para a operação que vai das 7h às 13h nos sábados como medida legal. O Brique da Redenção, que ocorre aos domingos, já tem o trajeto fechado ao trânsito desde os anos de 1990, graças a uma lei municipal, segundo a comissão.
A interrupção ocorre desde abril de 2020, para permitir o distanciamento físico. Os feirantes pagam o valor das taxas equivalente a 20 vagas da Área Azul, que deixam de ser exploradas pelo trancamento.
O abaixo-assinado está circulando no dia da feira e no meio digital no endereço https://cutt.ly/llezF2C. Até o começo da tarde desta segunda-feira (22), pouco mais de 1,6 mil pessoas haviam aderido ao movimento.
Comentários CORRIGIR TEXTO