Porto Alegre, quinta-feira, 04 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 04 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado financeiro

- Publicada em 07h58min, 04/02/2021. Atualizada em 08h02min, 04/02/2021.

Bolsas da Ásia fecham em baixa, com realização de lucros após fim de rali em NY

Mercado asiático foi influenciado pelas negociações na bolsa de Nova Iorque

Mercado asiático foi influenciado pelas negociações na bolsa de Nova Iorque


ANGELA WEISS/AFP/JC
As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta quinta-feira (4), à medida que investidores aparentemente aproveitaram para realizar lucros após o recente rali em Nova Iorque perder força.
As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta quinta-feira (4), à medida que investidores aparentemente aproveitaram para realizar lucros após o recente rali em Nova Iorque perder força.
O índice japonês Nikkei caiu 1,06% em Tóquio hoje, a 28.341,95 pontos, pressionado por ações de bens de consumo e do setor químico, enquanto o sul-coreano Kospi recuou 1,35% em Seul, a 3.087,55 pontos, o Hang Seng cedeu 0,66% em Hong Kong, a 29.113,50 pontos, e o Taiex registrou queda de 0,41% em Taiwan, a 15.706,22 pontos.
Na China continental, o Xangai Composto recuou 0,44%, a 3.501,86 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto teve perda mais expressiva, de 1,16%, a 2.353,27 pontos.
Após se valorizarem em pregões recentes, os mercados asiáticos interromperam a tendência positiva na esteira do fraco desempenho das bolsas de Nova York, que ontem fecharam mistas e perto da estabilidade, depois de garantirem sólidos ganhos nos dois dias anteriores.
Investidores na Ásia continuam monitorando negociações do governo Biden para lançar um novo pacote fiscal nos EUA e o avanço da vacinação global contra a covid-19.
Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no vermelho, após três sessões positivas. O S&P/ASX caiu 0,87% em Sydney, a 6.765,50 pontos.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO