Porto Alegre, segunda-feira, 11 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 11 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Petróleo

- Publicada em 17h34min, 11/01/2021.

Petróleo fecha sem direção única com incertezas por Covid e impeachment de Trump

O contrato do WTI para fevereiro teve leve variação ascendente de 0,02%, a US$ 52,25 o barril

O contrato do WTI para fevereiro teve leve variação ascendente de 0,02%, a US$ 52,25 o barril


ALAOR FILHO/MIRÁ IMAGEM/AGÊNCIA PETROBRAS/DIVULGAÇÃO/JC
Os contratos futuros de petróleo fecharam sem direção única nesta segunda-feira (11) em meio a incertezas nos mercados derivadas do avanço do coronavírus e do recrudescimento da crise política nos Estados Unidos, que gerou a deflagração do processo de impeachment do presidente americano, Donald Trump.
Os contratos futuros de petróleo fecharam sem direção única nesta segunda-feira (11) em meio a incertezas nos mercados derivadas do avanço do coronavírus e do recrudescimento da crise política nos Estados Unidos, que gerou a deflagração do processo de impeachment do presidente americano, Donald Trump.
Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato do WTI para fevereiro teve leve variação ascendente de 0,02%, a US$ 52,25 o barril. Na Intercontinental Exchange (ICE), o Brent para março cedeu 0,59%, a US$ 55,66 o barril.
Após subirem aos maiores níveis desde março, os preços do ativo energético começaram a semana com fraqueza, em meio à realização de lucros. Investidores seguem monitorando a evolução da pandemia de Covid-19. No final de semana, o mundo ultrapassou a marca de 90 milhões de casos da doença.
"As novas preocupações sobre a demanda devido ao grande número de novos casos de coronavírus corona e outras restrições de mobilidade, além do dólar americano mais forte, estão gerando pressão de venda sobre o petróleo", explicou o Commerzbank, em relatório enviado a clientes.
Nas mesas de operações, também repercutiu a situação política em Washington. Deputados democratas apresentaram formalmente nesta segunda-feira o artigo com o impeachment de Trump, acusado de ter incitado as cenas violência na sede do legislativo na última quinta-feira.
Na ocasião, apoiadores do republicano invadiram o Capitólio com objetivo de interromper a sessão de certificação da vitória de Joe Biden nas eleições presidencias.
Apesar dos fatores negativos da sessão desta segunda, a Capital Economics ainda enxerga um horizonte de curto e médio prazo positivo para o petróleo. Pelas previsões da consultoria, o preço do Brent e o do WTI devem subir a US$ 60 e US$ 68 por barril, respectivamente.
"Esperamos que as perspectivas econômicas, em particular para as economias desenvolvidas, sejam muito melhores em 2021, à medida que as medidas de contenção de vírus sejam gradualmente relaxadas, resultando em maior atividade industrial e de transporte. Isso aumentará a demanda por energia", aponta a instituição.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO