Porto Alegre, domingo, 20 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 20 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Coronavírus

- Publicada em 12h44min, 20/12/2020.

Estado recebe três pedidos de reconsideração ao mapa da 33ª rodada

Apenas a região de Guaíba foi considerada com risco epidemiológico médio

Apenas a região de Guaíba foi considerada com risco epidemiológico médio


DIVULGAÇÃO/JC
O mapa preliminar da 33ª rodada do Distanciamento Controlado recebeu três pedidos de reconsideração até o prazo limite de 6h do domingo (20). As solicitações para reduzir o nível de restrições vieram de associações regionais e de municípios classificados previamente em vermelho, consideradas de risco epidemiológico alto.
O mapa preliminar da 33ª rodada do Distanciamento Controlado recebeu três pedidos de reconsideração até o prazo limite de 6h do domingo (20). As solicitações para reduzir o nível de restrições vieram de associações regionais e de municípios classificados previamente em vermelho, consideradas de risco epidemiológico alto.
O Rio Grande do Sul segue em alerta máximo. Nesta rodada, 20 regiões foram classificadas em bandeira vermelha, e apenas uma, a região de Guaíba, em bandeira laranja (risco epidemiológico médio).
O Gabinete de Crise vai analisar os pedidos e divulgar o mapa definitivo na segunda-feira (21). A vigência das novas bandeiras começa à 0h de terça-feira (22) e se encerra às 23h59 de segunda-feira (28).
Das 21 regiões Covid, apenas Uruguaiana e Guaíba não aderiram ao sistema de cogestão do Distanciamento Controlado. Os protocolos próprios elaborados pela região de Bagé foram aceitos neste sábado (19). As outras 18 já adotam protocolos alternativos às bandeiras definidas pelo governo.
A cogestão foi suspensa na primeira quinzena deste mês, mas voltou a valer na terça-feira (15). Conforme a orientação do modelo, regiões em cogestão classificadas em bandeira vermelha podem adotar regras de bandeira laranja, e as classificadas em laranja podem adotar protocolos de bandeira amarela, basta que enviem protocolos próprios adaptados à Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam). A adoção de protocolos alternativos não altera as cores do mapa definitivo.
Comentários CORRIGIR TEXTO