Porto Alegre, quarta-feira, 16 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 16 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Indústria

- Publicada em 17h25min, 16/12/2020. Atualizada em 17h47min, 16/12/2020.

Marcopolo Rail entrega primeiro VLT

Bellini (E) e Petras Amaral (D), da Marcopolo, com Susana Giordani, Leonardo Giordani e Andréia Zucchi, gestores da Giordani Turismo, na entrega do primeiro Prosper VLT

Bellini (E) e Petras Amaral (D), da Marcopolo, com Susana Giordani, Leonardo Giordani e Andréia Zucchi, gestores da Giordani Turismo, na entrega do primeiro Prosper VLT


MARCOPOLO/DIVULGAÇÃO/JC
Roberto Hunoff, de Caxias do Sul
A Giordani Turismo, de Bento Gonçalves, é a primeira cliente da Marcopolo Rail, unidade voltada ao atendimento dos modais sobre trilhos. Nesta quarta-feira (16) foi entregue o primeiro veículo leve sobre trilhos, batizado de Prosper VLT, que consolida o ingresso definitivo da nova operação no segmento metroferroviário. O VLT será usado em nova rota turística na Região Sul que será operada pela empresa de turismo a partir do segundo semestre de 2021. O modelo tem capacidade para 100 passageiros, vista panorâmica e acessibilidade.
A Giordani Turismo, de Bento Gonçalves, é a primeira cliente da Marcopolo Rail, unidade voltada ao atendimento dos modais sobre trilhos. Nesta quarta-feira (16) foi entregue o primeiro veículo leve sobre trilhos, batizado de Prosper VLT, que consolida o ingresso definitivo da nova operação no segmento metroferroviário. O VLT será usado em nova rota turística na Região Sul que será operada pela empresa de turismo a partir do segundo semestre de 2021. O modelo tem capacidade para 100 passageiros, vista panorâmica e acessibilidade.
O Prosper VLT será produzido junto ao complexo industrial da Marcopolo, em Caxias do Sul, em fábrica específica para trens, e terá versões para atender também aos sistemas de transporte urbanos e intercidades. “Com este lançamento, avançamos na nossa nova frente de negócios relacionada ao setor metroferroviário, em linha com as atuais demandas de mobilidade do Brasil, no sentido de promover deslocamentos de alta capacidade com velocidade, eficiência e conforto, ampliando nosso portfólio de modais”, afirmou James Bellini, CEO da Marcopolo. A fábrica está projetada, inicialmente, para uma capacidade de produção de até 100 unidades no primeiro ano de operação, mas preparada de forma a atender eventual demanda superior.
O produto apresenta diversas vantagens, como baixo custo de operação, longa vida útil e alta capacidade de transporte. Uma composição de quatro carros poderá levar até 760 passageiros na versão urbana. Nos segmentos de turismo e intercidades, são 280 com os mesmos quatro carros.
As propulsões podem ser a diesel, com baixa emissão ou híbrido (diesel ou GNV + elétrico). Pode ser constituído por composições de até quatro carros de 18 metros de comprimento. É bidirecional e pode ser produzido para circular em bitola métrica, standard ou larga. O embarque é feito em plataforma piso baixo, o que facilita o acesso.
De acordo com Petras Amaral, business head da Marcopolo Next e executivo responsável pela Marcopolo Rail, o veículo tem entre 80% e 85% de conteúdo nacional. Dentre os componentes que vêm do exterior está o sistema automotriz, movido a diesel, produzido pela alemã Voith. “Com uma grande capacidade de customização, a Marcopolo Rail terá várias frentes de atuação: fabricação de People Movers, VLTs, carros de passageiros e uma divisão de projetos especiais para reformas e modernização de trens”, complementa.
Na visão da empresa, trata-se de um mercado com grande potencial. O transporte metroferroviário está presente em apenas 13 regiões metropolitanas, de um total de 63 de médio e grande porte no país. Apesar de atender mais de 11 milhões de passageiros por dia, ainda assim, apresenta capacidade abaixo da demanda, segundo o estudo Setor Metroferroviário Brasileiro da ANPTrilhos.
Operação começou com o aeromóvel
A Marcopolo Rail é uma spin-off da Marcopolo Next, divisão de novos negócios da companhia focada no futuro da mobilidade. O primeiro produto sobre trilhos do grupo nasceu com o desenvolvimento de caixa para o People Mover Aeromóvel (tecnologia para vias elevadas), de Porto Alegre, finalizada em novembro de 2017.
Em 2019, integrada à Next, a Marcopolo Rail iniciou um novo ciclo de ampliação de seu portfólio, que começa com este lançamento e seguirá pelos próximos anos com novas soluções. “Com o Prosper VLT, preenchemos uma lacuna no mercado brasileiro por meio da fabricação de um veículo 100% nacional nesta categoria. Portanto, competitivo no Brasil e na América Latina”, relata Petras Amaral. A Marcopolo Rail é uma spin-off da Marcopolo Next, divisão de novos negócios da companhia focada no futuro da mobilidade. O primeiro produto sobre trilhos do grupo nasceu com o desenvolvimento de caixa para o People Mover Aeromóvel (tecnologia para vias elevadas), de Porto Alegre, finalizada em novembro de 2017.
Em 2019, integrada à Next, a Marcopolo Rail iniciou um novo ciclo de ampliação de seu portfólio, que começa com este lançamento e seguirá pelos próximos anos com novas soluções. “Com o Prosper VLT, preenchemos uma lacuna no mercado brasileiro por meio da fabricação de um veículo 100% nacional nesta categoria. Portanto, competitivo no Brasil e na América Latina”, relata
Comentários CORRIGIR TEXTO