Porto Alegre, segunda-feira, 14 de dezembro de 2020.
Dia Nacional do Ministério Público.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 14 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Funcionalismo

- Publicada em 14h34min, 12/12/2020. Atualizada em 08h00min, 14/12/2020.

Banrisul muda data para começar contratação de empréstimos do 13º por servidores

Banco ajustou cronograma e reforça para que os correntistas prefiram os canais digitais

Banco ajustou cronograma e reforça para que os correntistas prefiram os canais digitais


Flávia Pereira/arquivo/JC
Depois de anunciar que a contratação dos empréstimos do 13º pelos servidores gaúchos começariam na segunda-feira (14), o Banrisul informou neste sábado (12) que os pedidos poderão ser feitos a partir de terça-feira (15).  
Depois de anunciar que a contratação dos empréstimos do 13º pelos servidores gaúchos começariam na segunda-feira (14), o Banrisul informou neste sábado (12) que os pedidos poderão ser feitos a partir de terça-feira (15).  
Os servidores ativos e inativos do Estado podem fazer as contratações, cuja despesa de correção e juros serão pagas quando forem depositados os valores do 13º de forma parcelada pelo Estado, entre janeiro de dezembro de 2021. 
São duas alterações importantes que o funcionalismo deve ficar atento: o começo dos pedidos na terça-feira e o período que será possível contratar o empréstimo, que vai até 30 de dezembro. No anúncio dessa sexta-feira (11), o limite era 15 de janeiro.  
As mudanças, segundo nota do banco, foram motivadas pelo decreto federal, assinado nessa sexta-feira que zerou o IOF sobre operações de crédito de 15 a 30 de dezembro deste ano. Ao adiar em um dia o começo dos pedidos pelos servidores, o Banrisul destaca que repassará o custo menor dos empréstimos, devido à isenção do IOF de 0,38%, às operações. 
As demais orientações não mudam: quem pedir o crédito até quinta-feira (17), terá o dinheiro na conta bancária no dia 18. Depois do dia 18, todas as solicitações serão atendidas automaticamente. 
Agora é esperar se o governo vai mexer na previsão de correção, aprovada pela Assembleia, de 1,22% ao mês, que embute o IOF. O percentual a ser aplicado nas parcelas do 13º a serem depositadas pelo governo a cada servidor, de janeiro a dezembro de 2021, cobrirá o custo do empréstimo tomado do banco. 
Quem não tiver necessidade de antecipar, terá a remuneração mensal como atualização monetária e rendimento, que fica acima das principais aplicações de renda fixa, de poupança a CDBs e fundos de renda fixa.  
A contratação poderá ser feita nos canais de autoatendimento (caixas eletrônicos, home banking e aplicativo do Banrisul Digital). Haverá a opção "Crédito Servidor RS". Para acessar, vai em "Empréstimos", depois em "Demais empréstimos" e "crédito Servidor RS".
O banco reforça que as pessoas prefiram os canais digitais, como o site e app, para evitar o deslocamento a agências e até mesmo aos terminais de autoatendimento. Caso o servidor prefira o atendimento presencial, o Banrisul pede que seja feito o agendamento, feito pelo meio digital. No aplicativo, é só ir em “Agendamento de Atendimento”. No site, é só clicar em “Agende seu Atendimento”.

Como vai ser a contratação e o recebimento do empréstimo

Quem pode contratar: servidores públicos estaduais e pensionistas do Executivo gaúcho, além de beneficiários de pensões alimentícias, com cadastro atualizado e conta ativa no banco.
Pedidos de 15 a 17 de dezembro: recebe em 18 de dezembro.
Pedidos de 18 a 30 de dezembro: liberação será imediata.
Como contratar: aplicativo Banrisul Digital, home banking, caixas eletrônicos e com agendamento nas agências.
Quantas operações poderei contratar: uma operação por matrícula.
Em quantas vezes o empréstimo será pago: 12 parcelas, com vencimento no último dia útil de cada mês. O primeiro pagamento é em janeiro de 2021. O servidor vai receber do governo na mesma data e com correção de 1,22% ao mês (este percentual pode mudar devido à isenção do IOF).
Comentários CORRIGIR TEXTO