Porto Alegre, quinta-feira, 10 de dezembro de 2020.
Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 10 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Saúde

- Publicada em 17h57min, 10/12/2020. Atualizada em 18h07min, 10/12/2020.

Nova diretoria da Amrigs quer ampliar atuação da entidade médica

Presidente da Amrigs, Junqueira informa que associação foi chamada por prefeitura e Estado

Presidente da Amrigs, Junqueira informa que associação foi chamada por prefeitura e Estado


JOYCE ROCHA/JC
Osni Machado
A nova diretoria da Associação Médica do Rio Grande do Sul (Amrigs) assumiu em outubro para um mandato de três anos 2020-2023. O presidente da Amrigs, o médico-cirurgião Gerson Junqueira Jr., informa que suas metas à frente da entidade são trabalhar na defesa da classe médica, ampliar o número de associados e tornar a entidade mais atuante junto à sociedade, a fim de estar presente e contribuir em decisões de saúde pública tomadas por governos e que afetam a todos.
A nova diretoria da Associação Médica do Rio Grande do Sul (Amrigs) assumiu em outubro para um mandato de três anos 2020-2023. O presidente da Amrigs, o médico-cirurgião Gerson Junqueira Jr., informa que suas metas à frente da entidade são trabalhar na defesa da classe médica, ampliar o número de associados e tornar a entidade mais atuante junto à sociedade, a fim de estar presente e contribuir em decisões de saúde pública tomadas por governos e que afetam a todos.
Junqueira observa que, nesse curto período, a Amrigs já está tendo mais protagonismo, tanto que foi procurada pelo prefeito eleito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), e convidada pelo chefe da Casa Civil do governo do Estado, Otomar Vivian (PP), a integrar as discussões dos comitês que definem as políticas públicas para evitar a disseminação do novo coronavírus no Estado e na Capital. "Queremos contribuir e estamos dispostos a ajudar nesse cenário", confirmou o presidente da associação médica.
Em 2021, a Amrigs completa 70 anos de atuação e já planeja uma série de atividades para marcar a data, entre elas, a criação de um memorial para homenagear médicos que morreram no combate à Covid-19. A entidade conta com 23 seccionais no Rio Grande do Sul e 3,5 mil associados e planeja, também, ser participativa no Interior do Estado, além de interagir com estudantes de Medicina no Rio Grande do Sul.
Outra frente que a nova direção pretende apostar é no aprimoramento médico. Em 2021, a prova da Amirgs completa 50 anos. É um teste a que médicos recém-formados que buscam fazer residência em alguma especialidade são submetidos. Junqueira acrescenta ainda outra proposta. “Temos um projeto ambicioso, que está muito bem encaminhado, que é fazer a prova do Revalida", teste para médicos estrangeiros que pretendam validar sua formação e atuar no Brasil.
O presidente da Amrigs falou dos seus planos em visita ao Jornal do Comércio, onde foi recebido pelo diretor-presidente do JC, Mércio Tumelero, e pelo diretor de Operações, Giovanni Tumelero.
Comentários CORRIGIR TEXTO