Porto Alegre, terça-feira, 19 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 19 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Combustíveis

- Publicada em 15h17min, 09/12/2020. Atualizada em 19h28min, 19/01/2021.

Propostas para compra da Refap serão entregues nesta quinta-feira

Unidade gaúcha tem capacidade para processar até 32 mil metros cúbicos de petróleo ao dia

Unidade gaúcha tem capacidade para processar até 32 mil metros cúbicos de petróleo ao dia


MARCO QUINTANA/arquivo/JC
Jefferson Klein
A Petrobras espera receber nesta quinta-feira (10) as propostas de compra para as refinarias Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, e Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária (PR). A expectativa do mercado é que players como os grupos Ultra e Cosan se interessem pelo complexo gaúcho. De acordo com a assessoria de imprensa da Petrobras, ainda não está definido se haverá alguma divulgação, na própria quinta-feira, sobre a movimentação esperada.
A Petrobras espera receber nesta quinta-feira (10) as propostas de compra para as refinarias Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, e Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária (PR). A expectativa do mercado é que players como os grupos Ultra e Cosan se interessem pelo complexo gaúcho. De acordo com a assessoria de imprensa da Petrobras, ainda não está definido se haverá alguma divulgação, na própria quinta-feira, sobre a movimentação esperada.
A Refap está instalada em uma área de 580 hectares e processa 32 mil metros cúbicos ao dia de petróleo. Seu foco principal é atender ao mercado regional de combustíveis, como gasolina e óleo diesel. Além da Alberto Pasqualini e da Repar, a Petrobras pretende alienar as refinarias Landulpho Alves (RLAM) na Bahia, Unidade de Industrialização do Xisto (SIX) no Paraná, Abreu e Lima (Rnest) em Pernambuco, Gabriel Passos (Regap) em Minas Gerais, Isaac Sabbá (Reman) no Amazonas e Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor) no Ceará.
No começo de dezembro, a estatal informou que foram entregues propostas para quatro refinarias: Landulpho Alves, Isaac Sabbá, Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste e Unidade de Industrialização do Xisto. A Petrobras prevê receber proposições para as refinarias Abreu e Lima e Gabriel Passos no primeiro trimestre de 2021.
Comentários CORRIGIR TEXTO