Porto Alegre, quinta-feira, 03 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 03 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

serviços

- Publicada em 13h52min, 03/12/2020. Atualizada em 21h52min, 03/12/2020.

Famoso na Cidade Baixa, bar IN Sônia encerra as atividades em Porto Alegre

Bar está fechado e já tem placa indicando que o imóvel está para alugar

Bar está fechado e já tem placa indicando que o imóvel está para alugar


MARCELO BELEDELI/ESPECIAL/JC
Fernanda Soprana
Popular entre os frequentadores da Cidade Baixa, o bar IN Sônia está fechando as portas. Em comunicado nas redes sociais nesta quinta-feira (3), a proprietária Sonia Maria Ferreira Bastos disse que o bar encerrou as atividades no último dia 25 de novembro.
Popular entre os frequentadores da Cidade Baixa, o bar IN Sônia está fechando as portas. Em comunicado nas redes sociais nesta quinta-feira (3), a proprietária Sonia Maria Ferreira Bastos disse que o bar encerrou as atividades no último dia 25 de novembro.
O local era ponto de encontro das mais diversas "tribos" porto-alegrenses. O público que lotava os arredores do estabelecimento se espalhava pela rua José do Patrocínio, aproveitando as bebidas de preço amigável e a atmosfera de confraternização que se formava.
Ao Jornal do Comércio, Sonia relatou que decidiu devolver o imóvel alugado ao proprietário e deixá-lo para trás. Sem dar muitos detalhes, ela diz que está saindo do Brasil. “Vou lutar em outro lugar, porque aí (Porto Alegre) eu corria risco. Tem toda uma história trágica em função de herança, então, estou seguindo”, afirma. Com relação ao fechamento do bar, ela não informa um motivo específico. “Envolve o bar, a pandemia, herança e tanta coisa”, explica brevemente.
Em fevereiro, confusões na primeira noite de Carnaval levaram a confrontos com bomba de gás lacrimogêneo em frente ao IN Sônia. O bar também foi interditado cautelarmente em 2019, por risco à saúde e à segurança dos frequentadores.
Antes de ir embora, Sonia concorreu à vereadora de Porto Alegre nas eleições municipais deste ano. Candidata pelo PSOL, defendeu ao longo da campanha a bandeira dos direitos humanos e a inclusão na Cidade Baixa.
“Estou com uma roupa, uma mala e muita vontade de viver. O mundo é meu, livre, leve e solta”, disse ela sobre seu futuro. “Não sei onde vou parar. Não sei meu paradeiro, mas saí para nunca mais voltar. Vou sentir muita saudade de todo mundo. Vou guardar cada um como uma joia preciosa, pois é o que eu tenho. Então, eu deixei tudo para trás, e estou indo. Para ser feliz.”
Comentários CORRIGIR TEXTO