Porto Alegre, quinta-feira, 03 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 03 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Relações Internacionais

- Publicada em 03h00min, 03/12/2020.

Uruguai quer acelerar projetos de integração logística

Guillermo Valles é o novo embaixador do Uruguai no Brasil

Guillermo Valles é o novo embaixador do Uruguai no Brasil


JOYCE ROCHA/JC
O novo embaixador do Uruguai no Brasil, Guillermo Valles, fez uma rodada de reuniões com autoridades governamentais e lideranças empresarias em visita ao Rio Grande do Sul nos últimos dias. O diplomata trabalha pela promoção de negócios envolvendo as duas partes e também destaca oportunidades logísticas que podem beneficiar gaúchos e uruguaios.
O novo embaixador do Uruguai no Brasil, Guillermo Valles, fez uma rodada de reuniões com autoridades governamentais e lideranças empresarias em visita ao Rio Grande do Sul nos últimos dias. O diplomata trabalha pela promoção de negócios envolvendo as duas partes e também destaca oportunidades logísticas que podem beneficiar gaúchos e uruguaios.
Neste aspecto, Valles cita quatro iniciativas. A principal é a chamada Hidrovia do Mercosul, ideia com décadas de maturação e que depende um investimento pequeno, de apenas US$ 6 milhões para ser viabilizado. Uma das saídas, para acelerar o processo, pode ser buscar os recursos com a iniciativa privada.
O sistema de navegação para transportar cargas e pessoas passa pela Lagoa Mirim e a Lagoa dos Patos. O embaixador observa que, uma vez tirado do papel, o projeto pode viabilizar o plantio de novas culturas, como soja, na parte leste do país vizinho, que poderia receber insumos e escoar mercadorias através do Porto de Rio Grande, mais próximo do que o de Montevidéu.
As outras três iniciativas citadas por Valles outra hidrovia - essa mais incipiente, ainda na fase de estudos - no rio Uruguai; a nova ponte internacional sobre o rio Jaguarão, cuja licitação está para ser lançada pelo Ministério dos Transportes do Brasil; e a modernização da estrutura ferroviária, ligando Santana do Livramento ao centro do Uruguai, região que vai receber uma nova planta de celulose, a ser construída por uma papeleira finlandesa, um megainvestimento em uma fábrica que, segundo o embaixador, deve ser a mais moderna do mundo no setor.
As tratativas para os dois países obterem avanços logísticos comuns têm avançado, tanto no âmbito ministerial, quanto na relação com o Rio Grande do Sul - no fim de novembro, o governador Eduardo Leite teve encontro com o presidente do Uruguai, Lacalle Pou, quando debateram o enfrentamento à Covid-19 nas regiões fronteiriças, bem como acordos no setor de transporte aéreo, hidrovias e tecnologia.
Valles reiterou a importância de Brasil e Uruguai trabalharem unidos durante visita ao Jornal do Comércio, ontem, quando esteve acompanhado da cônsul-geral do Uruguai no Rio Grande do Sul, Liliana Buonomo. Os diplomatas foram recebidos pelo diretor-presidente do JC, Mércio Tumelero, e pelo diretor de Operações, Giovanni Tumelero.
Comentários CORRIGIR TEXTO