Porto Alegre, segunda-feira, 23 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 23 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

DISTANCIAMENTO CONTROLADO

- Publicada em 19h06min, 23/11/2020. Atualizada em 21h50min, 23/11/2020.

Eduardo Leite descarta novas restrições de atividades no Rio Grande do Sul

Leite voltou a cobrar colaboração dos gaúchos e disse que bons resultados são vitória coletiva

Leite voltou a cobrar colaboração dos gaúchos e disse que bons resultados são vitória coletiva


ITAMAR AGUIAR/PALÁCIO PIRATINI/JC
Fernanda Crancio
Cerca de dois meses após interromper a realização de lives para análise da situação da pandemia no Rio Grande do Sul, o governador Eduardo Leite retomou o pronunciamento via redes sociais, na tarde desta segunda-feira (23), para alertar os gaúchos da necessidade de reforçar os cuidados e condutas para prevenção e enfrentamento da Covid-19. Desde a semana passada, os indicadores de risco epidemiológico no Estado têm piorado, e o mapa definitivo do distanciamento controlado apontou oito regiões classificadas em bandeira vermelha. Apesar disso, segundo o chefe do Executivo, não há previsão de novas restrições de atividades econômicas.
Cerca de dois meses após interromper a realização de lives para análise da situação da pandemia no Rio Grande do Sul, o governador Eduardo Leite retomou o pronunciamento via redes sociais, na tarde desta segunda-feira (23), para alertar os gaúchos da necessidade de reforçar os cuidados e condutas para prevenção e enfrentamento da Covid-19. Desde a semana passada, os indicadores de risco epidemiológico no Estado têm piorado, e o mapa definitivo do distanciamento controlado apontou oito regiões classificadas em bandeira vermelha. Apesar disso, segundo o chefe do Executivo, não há previsão de novas restrições de atividades econômicas.
"Não é a nossa disposição a de fazer novas restrições e fechamentos de atividades, mas estamos observando o aprendizado da própria Europa e de outros países onde se observa o crescimento de casos para que, se for necessário, façamos as restrições de forma proporcional ao que se está vivendo. Não entendemos que seja o caso de voltarmos a níveis de restrições que se observou no passado", enfatizou Leite.
Para o chefe do Executivo gaúcho, o fato de haver uma contínua redução no número de óbitos por Covid-19 no Estado, apesar do crescimento das internações e dos número de casos, pesa nessa análise. No entanto, ele ressaltou que o cenário depende da colaboração da população. "Estamos analisando novas formas de estabelecer, se não houver bom senso por parte da população aos protocolos, restrições que menos impactem à economia. A nossa disposição é de permitir a melhor retomada da economia e a melhor conciliação à preservação da saúde e das vidas", disse o governador, reforçando às prefeituras para que aumentem a fiscalização das medidas sanitárias, do distanciamento e colaborem para diminuir a disseminação do vírus.
Leite destacou que o clima de verão é convidativo a reuniões e festas, mas lembrou que o Estado não voltou à normalidade. "É importante que as pessoas lembrem que não voltamos à normalidade, temos um vírus que circula e está levando ao aumento de internações. Não façam aglomerações em grandes grupos, mantenham distanciamento, reduzam contatos, respeitem os protocolos e nos ajudem a manter a disseminação do vírus, para que possamos conviver com ele até que chegue a vacina" completou.
Nesse sentido, ele apresentou ainda vídeo institucional da campanha #TeCuidaRS, lançada pelo Piratini, que incentiva a retomada das atividades sem relaxamento de cuidados, como uso de máscara, lavagem de mãos, uso de álcool gel, e respeito ao distanciamento, evitando aglomerações. "Te cuida, não te entrega para o vírus", diz o slogan.
Nesta segunda-feira, infectologista do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) voltou a reforçar a necessidade de distanciamento físico para conter  a pandemia.
Leite lembrou ainda que os bons resultados apresentados pelo Rio Grande do Sul no controle da pandemia representam uma vitória coletiva. “Estamos diante de uma situação que inspira cuidados. O vírus, como disse, circula entre nós, é uma situação de disseminação crescente, e é muito importante que tenhamos consciência. Evitar aglomerações, festas ou eventos onde não haja os cuidados devidos, para não nos colocarmos em risco, nem as pessoas que conosco convivem”, pontuou.
O governador também disse acreditar na política nacional de imunização e que o governo federal cumprirá com o papel de comprar e distribuir a vacina, futuramente. Da parte do Estado, disse que já está organizando a logística para receber e acondicionar devidamente as doses.
Comentários CORRIGIR TEXTO