Porto Alegre, quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Dia do Supermercado. Dia Internacional da Qualidade.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

consumo

- Publicada em 17h52min, 12/11/2020.

Procon de Porto Alegre verifica alta nos preços de itens da ceia de Natal

Nos panetones de fruta, os preços variam entre R$ 6,49 e R$ 15,90

Nos panetones de fruta, os preços variam entre R$ 6,49 e R$ 15,90


PATRICIA COMUNELLO/ESPECIAL/JC
Os porto-alegrenses que quiserem manter as tradicionais festas de final de ano já podem ir preparando o bolso. O Procon de Porto Alegre verificou preços dos produtos mais consumidos na ceia de Natal, e mostrou que em alguns itens as diferenças são salgadas.
Os porto-alegrenses que quiserem manter as tradicionais festas de final de ano já podem ir preparando o bolso. O Procon de Porto Alegre verificou preços dos produtos mais consumidos na ceia de Natal, e mostrou que em alguns itens as diferenças são salgadas.
O levantamento é a segunda etapa da pesquisa feita pelo órgão municipal. Foram consultados os valores de 24 itens em 16 estabelecimentos de Porto Alegre. O primeiro levantamento foi feito em outubro e o último ocorrerá no mês de dezembro. Em meio à pandemia do novo coronavírus, a alta dos alimentos tem puxado a inflação no País e pesado no bolso dos brasileiros.
As maiores altas foram observadas nas carnes. Dentre as principais proteínas consumidas na data, a ave tipo chester e o peru foram encontrados por R$ 26,80 e R$ 23,90 o quilo cada, apresentando aumento de até R$ 10,00 em relação aos valores verificados em outubro. Além dessas, o quilo do pernil suíno com osso pode ser encontrado por valores entre R$ 16,39 e R$ 41,90 - uma diferença de mais de R$ 25. Na comparação com a pesquisa de outubro, considerando o pernil mais em conta, o aumento foi de R$ 3,49.
O panetone de frutas de 400g ou 500g foi verificado com preços que variam entre R$ 6,49 e R$ 15,90. Em comparação com a pesquisa anterior, o produto pode ser encontrado com diferenças de R$ 0,40 e R$ 7,08 considerando os valores mais baixos e mais altos, respectivamente.
Das quatro frutas em calda pesquisadas pelo Procon, o pêssego (450g) tem a menor variação no valor, com redução de R$ 0,64 no produto mais barato. Na pesquisa deste mês, está custando entre R$ 5,35 e R$ 8,99. O levantamento mostra ainda que o abacaxi e o figo, ambos entre 400g e 450g, têm uma maior diferença, com os preços de R$ 6,99 até R$ 11,99 e R$ 7,69 a R$ 18,79, respectivamente. Apesar disso, houve redução de R$ 0,99 no preço do abacaxi de maior valor em relação ao mês passado. Já no caso do figo, foi verificado aumento de R$ 0,90.
Já a uva passa preta, que podia ser encontrada a R$ 1,78 em outubro, passou a custar até R$ 3,99 (a cada 100g) em novembro, uma diferença de mais de R$ 2.
Comentários CORRIGIR TEXTO