Porto Alegre, quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Dia do Supermercado. Dia Internacional da Qualidade.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

serviços

- Publicada em 12h33min, 12/11/2020. Atualizada em 15h31min, 12/11/2020.

Dois terços dos bares e restaurantes do RS tiveram prejuízo em setembro, mostra Abrasel

Média nacional dos empreendimentos com prejuízo é de 53%

Média nacional dos empreendimentos com prejuízo é de 53%


JOYCE ROCHA/JC
Mesmo com a retomada do comércio, o cenário continua preocupante. Pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Bares Restaurantes (Abrasel) apontou que 66% dos bares e restaurantes do Rio Grande do Sul tiveram prejuízo no mês de setembro.
Mesmo com a retomada do comércio, o cenário continua preocupante. Pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Bares Restaurantes (Abrasel) apontou que 66% dos bares e restaurantes do Rio Grande do Sul tiveram prejuízo no mês de setembro.
A média nacional dos empreendimentos com prejuízo é de 53%. Comparando com o mesmo período em 2019, o faturamento é menor para 68% das empresas.
A situação tem relação com a insegurança devido aos reflexos da pandemia no setor. O receio é registrado não somente pelos clientes, mas também pelos proprietários dos negócios. Com relação à mão de obra, a pesquisa mostra que 63% dos empresários afirmam que não pretendem contratar no momento.
Segundo a Abrasel, 32% dos entrevistados identificaram um acréscimo nos custos de operação, comparadamente ao período antes da crise da Covid-19. Para reduzir as despesas, os empreendimentos se apoiam no uso de softwares de gestão, redução de opções no menu, diversificação no cardápio e nas modalidades de vendas.
Pelo menos 85% dos proprietários realizaram empréstimos para seguir trabalhando. Entre eles, 34% calcularam até um ano para trazer as dívidas a um patamar normal ou aceitável.
Sobre a perspectiva de melhora, 40% dos empreendedores de bares e restaurantes projetam um equilíbrio de caixa em seis meses e 28% estimam um ano de espera.
Comentários CORRIGIR TEXTO