Porto Alegre, sexta-feira, 06 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 06 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado financeiro

- Publicada em 10h20min, 06/11/2020.

Dólar vira e sobe com impasse na eleição dos Estados Unidos

Às 9h37 desta sexta, o dólar à vista subia 0,24%, a R$ 5,5591

Às 9h37 desta sexta, o dólar à vista subia 0,24%, a R$ 5,5591


FEDERICO PARRA/AFP/JC
O mercado de câmbio começou a sessão desta sexta-feira (6) em baixa, mas o dólar virou para o lado positivo em meio à indefinição na eleição americana e promessa do presidente Donald Trump de levar o resultado da apuração à Suprema Corte do país. A valorização ante o real acompanha o dólar forte frente peso mexicano, rublo, lira turca e rand em meio a perdas ao redor de 3% do petróleo e quedas nas bolsas.
O mercado de câmbio começou a sessão desta sexta-feira (6) em baixa, mas o dólar virou para o lado positivo em meio à indefinição na eleição americana e promessa do presidente Donald Trump de levar o resultado da apuração à Suprema Corte do país. A valorização ante o real acompanha o dólar forte frente peso mexicano, rublo, lira turca e rand em meio a perdas ao redor de 3% do petróleo e quedas nas bolsas.
O IPCA de outubro acima da mediana esperada é monitorado, mas tem peso menor nos ajustes do dólar, após o IGP-DI ter intensificado a alta a 3,68% em outubro, contra 3,30% em setembro. Às 9h37 desta sexta, o dólar à vista subia 0,24%, a R$ 5,5591, após acumular perdas de 3,25% nessa semana. O dólar futuro de dezembro avançava 0,59%, a R$ 5,5650.
Comentários CORRIGIR TEXTO