Porto Alegre, terça-feira, 03 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 03 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Sistema Financeiro

- Publicada em 18h45min, 03/11/2020. Atualizada em 18h47min, 03/11/2020.

Maior transação no primeiro dia do PIX foi de R$ 35 mil, diz BC

Nesta terça, foi o primeiro dia de operações restritas do PIX no Brasil

Nesta terça, foi o primeiro dia de operações restritas do PIX no Brasil


MARCELLO CASAL JR /ABR/JC
O Banco Central informou nesta terça-feira (3) que a maior transação realizada hoje por meio do PIX - o sistema brasileiro de pagamentos instantâneos - somou R$ 35 mil. Nesta terça, foi o primeiro dia de operações restritas do PIX no Brasil.
O Banco Central informou nesta terça-feira (3) que a maior transação realizada hoje por meio do PIX - o sistema brasileiro de pagamentos instantâneos - somou R$ 35 mil. Nesta terça, foi o primeiro dia de operações restritas do PIX no Brasil.
A fase de operação restrita do PIX começou para um público seleto e em horários reduzidos. O período será de preparação para o início da operação plena do PIX, marcado para 16 de novembro.
Na operação restrita, as instituições financeiras e de pagamentos, além do próprio BC, poderão colocar em funcionamento todos os sistemas.
Entre 3 e 8 de novembro as instituições poderão permitir que de 1% a 5% dos seus clientes comecem a operar o PIX.
Entre 9 e 15 de novembro, as instituições poderão elevar gradativamente o porcentual de clientes que podem fazer o PIX.
Às 9 horas do dia 16, começa a fase plena do sistema e, a partir daí, todos os clientes cadastrados poderão operar. O PIX permitirá transferências e pagamentos, de forma instantânea, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO