Porto Alegre, sexta-feira, 30 de outubro de 2020.
Dia do Comerciário. Dia do Balconista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 30 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

sistema financeiro

- Publicada em 03h00min, 30/10/2020. Atualizada em 16h24min, 30/10/2020.

Bradesco vai fechar 1,1 mil agências até o fim do ano

Das 1,1 mil agências previstas para encerrar as atividades, 400 correspondem a espaços físicos que serão fechados

Das 1,1 mil agências previstas para encerrar as atividades, 400 correspondem a espaços físicos que serão fechados


ALEXANDRO AULER/JC
O Bradesco prevê encerrar o ano com redução de 1,1 mil agências em comparação com 2019, afirmou o presidente do banco, Octavio de Lazari, nesta quinta-feira. O corte faz parte de um plano de reestruturação de despesas do banco, que para isso realizou uma provisão adicional de R$ 879 milhões.
O Bradesco prevê encerrar o ano com redução de 1,1 mil agências em comparação com 2019, afirmou o presidente do banco, Octavio de Lazari, nesta quinta-feira. O corte faz parte de um plano de reestruturação de despesas do banco, que para isso realizou uma provisão adicional de R$ 879 milhões.
Das 1,1 mil agências previstas para encerrar as atividades, 400 correspondem a espaços físicos que serão fechados, enquanto outras 700 serão incorporadas e transformadas em unidades de negócios. Até o momento, 683 agências já foram fechadas ou incorporadas e, segundo Lazari, o movimento deve continuar.
"Muitas agências ainda serão transformadas em unidades de negócio, que têm um custo de 30% a 40% menor [do que as agências], por não contarem com gastos como de vigilante e carro forte, por exemplo, e que são de 20% a 30% mais eficientes, já que todos os funcionários estão dedicados a fazer negócio", afirmou.
O movimento acompanha o processo de maior digitalização e competitividade do sistema financeiro e, segundo Lazari, também deve impactar o número de funcionários. "Até agora, quase 4.000 pessoas saíram do banco, mas essa redução é praticamente natural. Normalmente temos um turnover [rotatividade de pessoal] médio anual de 7%, o que equivale a quase 7.000 pessoas. O que estamos fazendo é buscar eficiência com custos mais adequados", relatou.
Até o momento, 95% dos funcionários de departamento do Bradesco estão em home office, enquanto as agências dividiram a equipe pela metade e trabalham, agora, em modelo de revezamento. O Bradesco divulgou os resultados do terceiro trimestre nesta quarta-feira (28). O lucro do banco registrou queda pela terceira vez consecutiva. Quando considerada a comparação anual, a redução foi de 23,1%, para R$ 5 bilhões.
O tombo foi novamente causado por um aumento nas reservas contra calotes. Essas provisões subiram 67,5% no terceiro trimestre em relação aos mesmos três meses de 2019, para R$ 5,6 bilhões.
Comentários CORRIGIR TEXTO