Porto Alegre, quinta-feira, 22 de outubro de 2020.
Dia do Enólogo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 22 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

- Publicada em 15h24min, 22/10/2020.

Ouro fecha em baixa com fortalecimento do dólar e foco em impasse fiscal nos EUA

Ouro para dezembro caiu 1,29%, a US$ 1.904,60 a onça-troy

Ouro para dezembro caiu 1,29%, a US$ 1.904,60 a onça-troy


VISUALHUNT.COM/DIVULGAÇÃO/JC
Os contratos futuros de ouro fecharam em baixa nesta quinta-feira (22), com alta no dólar, que parou sua desvalorização dos últimos dias, e menos otimismo quanto a um acordo por um novo pacote fiscal nos Estados Unidos.
Os contratos futuros de ouro fecharam em baixa nesta quinta-feira (22), com alta no dólar, que parou sua desvalorização dos últimos dias, e menos otimismo quanto a um acordo por um novo pacote fiscal nos Estados Unidos.
Na Comex, divisão para metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para dezembro caiu 1,29%, a US$ 1.904,60 a onça-troy.
O ouro vinha em alta nos últimos dias, seguindo o sentido inverso na moeda americana, mas apresentou queda nesta quinta, com "parte disso está sendo desempenhada pelo dólar americano, que parou de se desvalorizar por enquanto", avalia o Commerzbank.
A moeda dos EUA opera em alta com relação aos principais concorrentes, e o índice DXY, que a mede o dólar frente a outras seis divisas de economias desenvolvidas, tinha alta de 0,32%, às 14h41 (de Brasília), a 92,898 pontos.
"Parece que nos Estados Unidos as esperanças de um novo pacote de ajuda para a economia dos Estados Unidos sendo aprovado pelo Congresso antes das eleições presidenciais estão diminuindo gradualmente", apontou o Commerzbank sobre o impasse fiscal em Washington, em dia de sinalizações contrárias de autoridades americanas sobre o tema.
No entanto, a longo prazo, o banco alemão projeta que "se Biden se tornar o novo presidente dos EUA, e os democratas ganharem a maioria no Senado, um pacote fiscal muito maior poderia ser posto em movimento - a conversa é de US$ 5 trilhões. Em princípio, isso deve beneficiar o ouro".
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO