Porto Alegre, terça-feira, 13 de outubro de 2020.
Dia do fisioterapeuta e do terapeuta ocupacional.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 13 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

EVENTOS

- Publicada em 18h59min, 13/10/2020. Atualizada em 19h31min, 13/10/2020.

Em carta aberta à prefeitura, setor de eventos cobra demora na liberação de atividades

Setor de eventos aguarda há mais de 20 dias por decreto municipal para retomada das atividades

Setor de eventos aguarda há mais de 20 dias por decreto municipal para retomada das atividades


JOYCE ROCHA/JC
Aguardando há 20 dias que a prefeitura de Porto Alegre publique decreto liberando a realização de eventos na cidade, o setor de entretenimento e lazer divulgou nesta terça-feira (13) uma carta aberta criticando a demora da gestão municipal, que prejudica o segmento, há sete meses sem poder trabalhar, e dá margem à proliferação de eventos clandestinos na cidade.
Aguardando há 20 dias que a prefeitura de Porto Alegre publique decreto liberando a realização de eventos na cidade, o setor de entretenimento e lazer divulgou nesta terça-feira (13) uma carta aberta criticando a demora da gestão municipal, que prejudica o segmento, há sete meses sem poder trabalhar, e dá margem à proliferação de eventos clandestinos na cidade.
No último final de semana, imagens de uma festa ilegal realizada no estacionamento do Jockey Club, no bairro Cristal, se espalharam nas redes sociais e indignaram os promotores de eventos da cidade. No local, divididos por cercas de ferro que simulavam camarotes com cadeiras, grupos de pessoas acompanharam shows e dançavam no final da tarde, enquanto os eventos oficiais seguem proibidos.
No desabafo do setor, intitulado "Quando o tempo passa a nos matar", e assinado pelo Grupo Live Marketing RS- que congrega mais de 300 empresas de eventos-, os empresários destacam que sofrem para "se manterem em pé e querer trabalhar com dignidade", e questionam até quando terão de esperar. "Parece mentira. Mas, não é. Depois de sete meses e muita discussão e negociação, além da elaboração dos protocolos e quatro eventos-teste realizados, sendo dois em Porto Alegre, o Grupo Live Marketing RS, inacreditavelmente, permanece sem receber qualquer manifestação da prefeitura de Porto Alegre", apontam.
O grupo lembra que desde 22 de setembro o governo do Estado liberou os eventos empresariais e de negócios, embora limitados, e estendeu ainda a permissão para a realização de shows e eventos culturais, também mediante restrições. "E até o momento não há autorização, da gestão municipal, para executá-los. E qual o sentimento deste descaso? De falência e de morte. Ser correto e desejar trabalhar com respeito a tudo que criamos e enfrentamos, neste período de dor, é o maior obstáculo que hoje nos impede de retomar”, aponta o movimento.
Reiterando o sentimento de desrespeito e cansaço diante da situação, os empresários se dizem revoltados e de mãos amarradas, principalmente diante das flexibilizações de comércio, restaurantes e outros segmentos. “E nós? Disputando com a clandestinidade que corre solta, em eventos, que estão em nossa cara”, destaca a carta, que reconhece o apoio que a presidência da Assembleia Legislativa tem dado ao setor, intermediando reuniões e cobrando das autoridades uma posição. Segundo o Live Marketing RS, a demora do município "impede a realização de eventos legais e, paralelamente, tem àqueles que fazem eventos, sem o mínimo de preparo para tal".
Para o coletivo, os profissionais do setor "não enxergam uma luz neste percurso" e sentem-se humilhados diante da falta de perspectivas de voltar ao trabalho. "Hoje, o Grupo Live Marketing RS só deseja uma única coisa para o setor: trabalho, apenas isso. É o mínimo que merecemos, voltar a trabalhar. Que os representantes do Executivo não permitam que nos aniquilem mais”, finaliza a carta.
Segundo  prefeitura, o assunto está sendo tratado pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, que terá nova reunião nesta quarta-feira (14).
Nesta semana, a administração municipal liberou a realização do primeiro evento-teste com público, na Capital, que será realizado entre os dias 16 e 18 de outubro, no Centro de Eventos da Fiergs.
Comentários CORRIGIR TEXTO