Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

- Publicada em 09h02min, 24/09/2020.

Bolsas da Ásia fecham em baixa com preocupações sobre Covid-19

Mau humor na Ásia veio ainda na esteira de um forte movimento de liquidação nas bolsas de NY

Mau humor na Ásia veio ainda na esteira de um forte movimento de liquidação nas bolsas de NY


Kazuhiro NOGI/AFP/JC
As bolsas asiáticas fecharam em baixa generalizada nesta quinta-feira (24), em meio a preocupações com o impacto da pandemia de coronavírus na recuperação econômica e novas tensões na Península Coreana. O índice acionário japonês Nikkei caiu 1,11% em Tóquio, a 23.087,82 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 1,82% em Hong Kong, a 23.311,07 pontos, e o Taiex registrou queda de 2,54% em Taiwan, a 12.264,38 pontos.
As bolsas asiáticas fecharam em baixa generalizada nesta quinta-feira (24), em meio a preocupações com o impacto da pandemia de coronavírus na recuperação econômica e novas tensões na Península Coreana. O índice acionário japonês Nikkei caiu 1,11% em Tóquio, a 23.087,82 pontos, enquanto o Hang Seng recuou 1,82% em Hong Kong, a 23.311,07 pontos, e o Taiex registrou queda de 2,54% em Taiwan, a 12.264,38 pontos.
O aumento de casos de Covid-19 em várias partes do mundo está reavivando temores sobre a retomada da economia global. Ontem, o vice-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Richard Clarida, disse que a economia americana continua num "profundo buraco" de desemprego e demanda fraca. Já na Europa, o ressurgimento do coronavírus levou o Reino Unido a retomar medidas de restrições e outros países do continente podem seguir o mesmo caminho.
Questões geopolíticas pesaram também nos negócios asiáticos, levando a bolsa sul-coreana a liderar perdas na região. O Kospi caiu 2,59% em Seul, a 2.272,70 pontos, após notícias de que a Coreia do Norte matou a tiros um militar sul-coreano que estava desaparecido. Além disso, a Coreia do Sul relatou hoje mais de 100 novos casos de Covid-19 pelo segundo dia seguido. Na China continental, o Xangai Composto teve baixa de 1,72%, a maior em duas semanas, e encerrou o pregão a 3.223,18 pontos, enquanto o menos abrangente Shenzhen Composto recuou 2,46%, a 2.148,08 pontos.
O mau humor na Ásia veio ainda na esteira de um forte movimento de liquidação nas bolsas de NY, que ontem caíram entre 1,9% e 3%. Na Oceania, a bolsa australiana também ficou no vermelho nesta quinta, e o S&P/ASX 200 recuou 0,81% em Sydney, a 5.875,90 pontos.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO