Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado financeiro

- Publicada em 10h56min, 23/09/2020. Atualizada em 10h57min, 23/09/2020.

Investimento direto no país (IDP) soma US$ 1,430 bilhões em agosto, diz BC

O investimento estrangeiro em ações brasileiras ficou positivo em US$ 354 milhões em agosto

O investimento estrangeiro em ações brasileiras ficou positivo em US$ 354 milhões em agosto


NELSON ALMEIDA/AFP/JC
Em um ambiente de incertezas sobre o futuro do Brasil, na esteira da pandemia do novo coronavírus, os Investimentos Diretos no País (IDP) somaram US$ 1,430 bilhão em agosto, informou nesta quarta-feira (23) o Banco Central. No acumulado do ano até agosto, o ingresso de investimentos estrangeiros destinados ao setor produtivo somou US$ 26,957 bilhões.
Em um ambiente de incertezas sobre o futuro do Brasil, na esteira da pandemia do novo coronavírus, os Investimentos Diretos no País (IDP) somaram US$ 1,430 bilhão em agosto, informou nesta quarta-feira (23) o Banco Central. No acumulado do ano até agosto, o ingresso de investimentos estrangeiros destinados ao setor produtivo somou US$ 26,957 bilhões.
A estimativa do BC para este ano é de IDP de US$ 55,0 bilhões. Este valor será atualizado nesta quinta-feira (24) por meio do Relatório Trimestral de Inflação (RTI). No acumulado dos 12 meses até agosto deste ano, o saldo de investimento estrangeiro ficou em US$ 54,461 bilhões, o que representa 3,51% do Produto Interno Bruto (PIB).
A remessa de lucros e dividendos de companhias instaladas no Brasil para suas matrizes foi de US$ 276 milhões em agosto, informou o Banco Central. A saída líquida representa um volume inferior aos US$ 3,339 bilhões que foram enviados em igual mês do ano passado, já descontados os ingressos.
No acumulado do ano até agosto, a saída líquida de recursos via remessa de lucros e dividendos alcançou US$ 13,470 bilhões. A expectativa do BC é de que a remessa de lucros e dividendos de 2020 some US$ 13,2 bilhões. Esta projeção, no entanto, será atualizada por meio do Relatório Trimestral de Inflação.
O BC informou também que as despesas com juros externos somaram US$ 925 milhões em agosto, ante US$ 1,364 bilhão em igual mês do ano passado. No acumulado do ano até agosto, essas despesas alcançaram US$ 15,079 bilhões.
Conta de viagens internacionais registrou déficit
A conta de viagens internacionais registrou déficit de apenas US$ 123 milhões em agosto. O valor reflete a diferença entre o que os brasileiros gastaram lá fora e o que os estrangeiros desembolsaram no Brasil no período. Em agosto de 2019, o déficit nessa conta foi de US$ 842 milhões.
Na prática, com o dólar mais elevado e a restrição de voos em vários países com a pandemia, os gastos líquidos dos brasileiros no exterior despencaram 85,39% em agosto deste ano. Vale lembrar que a pandemia do novo coronavírus ganhou corpo a partir de março, quando se intensificaram as restrições de deslocamento entre países.
O desempenho da conta de viagens internacionais no mês passado foi determinado por despesas de brasileiros no exterior, que somaram US$ 270 milhões - queda de 79,37% em relação a agosto de 2019. Já o gasto dos estrangeiros em viagem ao Brasil ficou em US$ 146 milhões no mês passado, o que representa um recuo de 31,20%.
No ano até agosto, o saldo líquido da conta de viagens ficou negativo em US$ 1,892 bilhão.
O Banco Central também informou que a taxa de rolagem de empréstimos de médio e longo prazos captados no exterior ficou em 35% em agosto. Esse patamar significa que não houve captação de valor em quantidade suficiente para rolar compromissos das empresas no período. O resultado ficou bem abaixo do verificado em agosto do ano passado, quando a taxa havia sido de 254%.
De acordo com os números apresentados pelo BC, a taxa de rolagem dos títulos de longo prazo ficou em 10% em agosto. Em igual mês de 2019, havia sido de 168%. Já os empréstimos diretos atingiram 38% no mês passado, ante 256% de agosto do ano anterior.
No ano até agosto, a taxa de rolagem total ficou em 80%. Os títulos de longo prazo tiveram taxa de 60% e os empréstimos diretos, de 88% no período. O BC estima taxa de rolagem de 100,0% para 2020.
Investimento estrangeiro em ações teve desempenho positivo
O investimento estrangeiro em ações brasileiras ficou positivo em US$ 354 milhões em agosto. Em igual mês do ano passado, o resultado havia sido negativo em US$ 3,486 bilhões. No acumulado do ano até agosto, o saldo ficou negativo em US$ 17,165 bilhões.
Já o investimento líquido em fundos de investimentos no Brasil ficou negativo em US$ 57 milhões em agosto. No mesmo mês do ano passado, ele havia sido positivo em US$ 23 milhões. No acumulado do ano até agosto, os aportes nos fundos somam US$ 187 milhões.
O saldo de investimento estrangeiro em títulos de renda fixa negociados no País ficou positivo em US$ 2,045 bilhões em agosto. No mesmo mês do ano passado, havia ficado negativo em US$ 3,130 bilhões. No ano, o saldo em renda fixa ficou negativo em US$ 8,794 bilhões.
Comentários CORRIGIR TEXTO