Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eventos

- Publicada em 21h00min, 13/09/2020. Atualizada em 23h37min, 13/09/2020.

Após show-teste em Porto Alegre, setor de eventos espera retomada em outubro

Apresentação de Serginho Moah foi a primeira, ao vivo, desde março

Apresentação de Serginho Moah foi a primeira, ao vivo, desde março


Fotos JOYCE ROCHA/JC
Roberta Mello
Um grupo bastante seleto de porto-alegrenses pôde participar, neste domingo (13), de algo que muita gente vem contando as horas para voltar a fazer: ir a um show. Depois de meses fechado, o Auditório Araújo Viana, em Porto Alegre, recebeu um evento-teste promovido e voltado a quem trabalha no setor cultural. 
Um grupo bastante seleto de porto-alegrenses pôde participar, neste domingo (13), de algo que muita gente vem contando as horas para voltar a fazer: ir a um show. Depois de meses fechado, o Auditório Araújo Viana, em Porto Alegre, recebeu um evento-teste promovido e voltado a quem trabalha no setor cultural. 
A expectativa com a realização dessa espécie de demonstração da capacidade do segmento em cumprir uma série de protocolos de segurança é que a realização de espetáculos seja retomada em outubro.
Na última sexta-feira (11), também como parte dos testes do setor para retomada, o Centro de Eventos da Fiergs recebeu um congresso, o primeiro a ser permitido pela prefeitura da capital gaúcha desde o início do isolamento social devido à pandemia de Covid-19, em março.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/09/13/206x137/1_jr_130920___show_teste__38_-9135567.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f5ea85379fb7', 'cd_midia':9135567, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/09/13/jr_130920___show_teste__38_-9135567.jpg', 'ds_midia': 'Fotos do evento teste show no Araújo Vianna. Show de Serginho Moah.', 'ds_midia_credi': 'JOYCE ROCHA/JC', 'ds_midia_titlo': 'Fotos do evento teste show no Araújo Vianna. Show de Serginho Moah.', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Cantor Serginho Moah realizou uma apresentação solo de aproximadamente uma hora
Mesmo que desse para sentir um certo ânimo do público ao voltar a frequentar um lugar festivo como o Auditório Araújo Viana, era impossível esquecer que ainda se está em meio a uma pandemia. Todas as pessoas presentes usavam máscara, exceto o cantor Serginho Moah durante sua apresentação solo de aproximadamente uma hora.
Além disso, apenas 400 pessoas ocupavam a plateia, que tem capacidade para até 3 mil pessoas sentadas. De acordo com os protocolos sugeridos pelo setor o local estaria apto a receber um público de até 1,5 mil pessoas. Para marcar o espaço que seria dedicado ao público, foram colocados 1.100 balões amarelos.
Um dos líderes do Grupo Live Marketing RS, que integra mais de 300 empresas do setor de eventos, Rodrigo Machado, explica que a ideia dessa iniciativa é que ao menos as regiões de bandeira laranja possam ver os eventos voltarem aos poucos. "Os testes são a hora da verdade, quando aplicamos na prática aquilo que estamos construindo coletivamente desde abril", explica Machado.
Estavam presentes autoridades do governo estadual e municipal que vão dar um retorno nos próximos dias sobre o que acharam dos protocolos, se algo tem de ser alterado ou incluído. O secretário de Cultura de Porto Alegre, Luciano Alabarse, concorda que, após seis meses, o momento de retomar as atividades artísticas no modelo presencial está se aproximando.
Alabarse destaca que "não se trata de agir como se a pandemia tivesse acabado, mas de se reinventar ainda mais para voltar a operar em um novo modelo, assim como outras atividades já fizeram". "Falo como secretário, mas também como artista. É preciso que as autoridades sanitárias entendam que os artistas também precisam trabalhar para sobreviver", destacou. O secretário adiantou que, de sua parte, o feedback aos empresários do setor sobre as medidas de distanciamento e higienização adotados será positivo.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/09/13/206x137/1_jr_130920___show_teste__30_-9135564.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5f5ea85379fb7', 'cd_midia':9135564, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/09/13/jr_130920___show_teste__30_-9135564.jpg', 'ds_midia': '?', 'ds_midia_credi': 'JOYCE ROCHA/JC', 'ds_midia_titlo': '?', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Espetáculo em caráter experimental apresentou protocolos para a retomada dos show e convenções no Estado
A promotora de eventos e integrante do Grupo Live Marketing RS, Ana Leite, explica que o desejo do setor é, ainda este mês, ter o documento com as medidas de prevenção à Covid-19 reconhecido pelo governo do Estado dentro do modelo de distanciamento controlado. Ana destaca que o documento prevê uma série de protocolos diferentes de acordo com as características do comportamento do público e das atrações e está aberto a mudanças.
Os eventos-teste, como vêm sendo chamados, são uma iniciativa pioneira no País, explica Rodrigo Machado, da Opinião Produtora. Outras simulações semelhantes já foram promovidas na Serra, com participação do grupo que encabeça as ações na Capital, o Porto Alegre e Região Metropolitana Convention Bureau e o Grupo Live Marketing RS, para mostrar que o segmento está preparado para voltar a fazer eventos de forma gradual, responsável e com segurança.
Comentários CORRIGIR TEXTO