Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Varejo

- Publicada em 17h12min, 01/09/2020. Atualizada em 19h48min, 01/09/2020.

Marchezan autoriza reabertura de restaurantes e comércio aos sábados em Porto Alegre

Anúncio foi feito em reunião virtual com líderes empresariais

Anúncio foi feito em reunião virtual com líderes empresariais


JOYCE ROCHA/JC
Carlos Villela
A Prefeitura de Porto Alegre vai publicar um decreto flexibilizando o funcionamento do comércio e dos serviços em Porto Alegre. O anúncio foi feito pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) em reunião virtual com lideranças do setor empresarial da Capital. O decreto permitindo o funcionamento das atividades foi publicado em edição extra do Diário Oficial de Porto Alegre desta terça-feira (1), valendo a partir de quarta (2). “Mas não precisa ter correria”, disse o prefeito, falando que “as pessoas não são obrigadas a começar amanhã”
A Prefeitura de Porto Alegre vai publicar um decreto flexibilizando o funcionamento do comércio e dos serviços em Porto Alegre. O anúncio foi feito pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) em reunião virtual com lideranças do setor empresarial da Capital. O decreto permitindo o funcionamento das atividades foi publicado em edição extra do Diário Oficial de Porto Alegre desta terça-feira (1), valendo a partir de quarta (2). “Mas não precisa ter correria”, disse o prefeito, falando que “as pessoas não são obrigadas a começar amanhã”
Shopping centers vão poder operar das 12h às 20h e de segunda-feira a sábado. Restaurantes, bares e lanchonetes estão autorizados a funcionar das 11h às 22h. Em relação ao funcionamento de igrejas, se alterou a proporção de público de 50% para 30%, mas se aumentou o limite para 200 pessoas.
Marchezan também terá uma reunião com o Comitê Temporário de Enfrentamento ao Coronavírus (CTECOV) para finalizar os protocolos relacionados à área da educação para encaminhar para debate com o setor até sexta-feira, para que o retorno futuro das aulas ocorra com segurança e “sem exageros”.
De acordo com o prefeito, essas medidas não são um “favor a ninguém”, e caso haja um crescimento dos números nas próximas semanas pode ser necessário retroceder. “Talvez eu não esteja por muito tempo, mas vai ter alguém nessa cadeira que vai ter que tomar essas decisões”, disse Marchezan, referenciando o processo de impeachment que enfrenta na Câmara Municipal, temporariamente suspenso pela Justiça. “A gente espera que só avance, que não tenha nenhum retrocesso e tenha segurança para retomar a atividade das áreas de ensino e eventos, e daqui 3 meses ter a segurança de uma retomada mais definitiva”, disse.
Até o momento, Porto Alegre teve 711 óbitos, 24.273 casos confirmados e 9.301 em investigação. 40,3% das vagas de UTI em Porto Alegre são ocupadas por pacientes com Covid-19, totalizando 345 casos. A ocupação total das UTIs está em 87,62% da capacidade com 750 pacientes.
Comentários CORRIGIR TEXTO