Porto Alegre, quarta-feira, 23 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 23 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Serviços

- Publicada em 20h29min, 28/08/2020. Atualizada em 20h40min, 28/08/2020.

Prefeitura de Porto Alegre define regras para briques e feiras fixas funcionarem

Decreto liberou o funcionamento das atividades após seis meses suspensas em Porto Alegre

Decreto liberou o funcionamento das atividades após seis meses suspensas em Porto Alegre


ROGÉRIO PEREIRA/DIVULGAÇÃO/JC
A prefeitura de Porto Alegre definiu as especificações para o funcionamento das feiras fixas e briques, como os da Redenção, que voltarão a funcionar após seis meses suspensos por restrições da pandemiaDecreto de quinta-feira (27) passou a autorizar a atividade.
A prefeitura de Porto Alegre definiu as especificações para o funcionamento das feiras fixas e briques, como os da Redenção, que voltarão a funcionar após seis meses suspensos por restrições da pandemiaDecreto de quinta-feira (27) passou a autorizar a atividade.
A Coordenação de Fomento de Atividades (CFA) da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) definiu as regras nesta sexta-feira (28). Outras operações, como feiras de hortigranjeiros, que não foram vetadas, adotam distanciamento e medidas de proteção. Quem frequenta a Redenção aos sábados está acostumado com o novo ambiente das duas feiras ecológicas.   
Os dois briques terão de funcionar com filas duplas nos canteiros um a quatro, no sentido da avenida João Pessoa para a avenida Oswaldo Aranha, e filas simples nos canteiros cinco e seis, com distanciamento de cinco metros entre as bancas.
No Brique de Sábado, os canteiros cinco e seis são reservados para a feira de orgânicos das 7h às 13h. Após este horário, os artesãos passam a ocupar também este espaço. Já na Feira da Praça da Alfândega, com bancas fixas, terá rodízio de dias entre as bancas. Cada uma vai funcionar três dias da semana. 
Neste primeiro fim de semana de liberação, 25 bancas dos antiquários e quatro de artistas plásticos devem funcionar. Nos dias 5 e 6 de setembro, o número vai alcançar 30% a 40% das operações.
Comentários CORRIGIR TEXTO