Porto Alegre, terça-feira, 18 de agosto de 2020.
Dia do Estagiário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 18 de agosto de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Agronegócios

- Publicada em 03h00min, 18/08/2020. Atualizada em 19h52min, 18/08/2020.

Angus disponibiliza aos consumidores canal de denúncias de irregularidades

via email - penúltima nota

via email - penúltima nota


/SABRINA GABANA/DIVULGAÇÃO/JC
A Associação Brasileira de Angus, através do Programa Carne Angus Certificada, abriu um novo canal de denúncia a fim de identificar, com o auxílio dos próprios consumidores, produtos, casas de carnes e estabelecimentos irregulares que estampam o nome da carne Angus e o Selo de Certificação, mas que não possuem a certificação dentro das normas do Programa Carne Angus Certificada. A iniciativa ficará hospedada no site angus.org.br, através da aba Denuncie.
A Associação Brasileira de Angus, através do Programa Carne Angus Certificada, abriu um novo canal de denúncia a fim de identificar, com o auxílio dos próprios consumidores, produtos, casas de carnes e estabelecimentos irregulares que estampam o nome da carne Angus e o Selo de Certificação, mas que não possuem a certificação dentro das normas do Programa Carne Angus Certificada. A iniciativa ficará hospedada no site angus.org.br, através da aba Denuncie.
Essa é uma das formas de fortalecer os consumidores a serem agentes ativos no processo de vigilância do que consomem, afirma a gerente do Programa, Ana Doralina Menezes. Ao se cadastrar no formulário, é possível inserir fotos do produto a ser denunciado e descrição de onde foi encontrado. "As marcas só podem referenciar a raça Angus se estiverem vinculadas ao Programa Carne Angus Certificada. O selo oficial é verde e amarelo com o logo da Carne Angus", explica. Atualmente, o Programa conta com 17 indústrias frigoríficas parceiras (veja a lista abaixo) distribuídas em 11 estados. Somente essas empresas têm autorização para fazer uso do nome da raça em seus cortes. "Assim, quem compra a carne tem a certeza da qualidade superior e da sanidade", reforça.
Conforme explica o coordenador dos Protocolos de Rastreabilidade da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Paulo Vicente Costa, desde o ofício circular nº 11/2015 do Ministério da Agricultura (Mapa), apenas plantas frigoríficas credenciadas junto às associações de raça podem usar o nome das raças em seus rótulos. Ele explica que, além do Mapa, o Procon, as secretarias de Agricultura estaduais e as vigilâncias sanitárias municipais também podem receber e apurar denúncias.
Confira a lista de empresas credenciadas ao Programa Carne Angus Certificada:
Grupo ARG
Brasa Burguers
CooperAliança
Cotripal
Estrela Alimentos
Frigorífico Silva
Frigol
Frigorífico Verdi
Intermezzo Gourmet
Seara
Marfrig
Minerva Foods
Frigorifico Boibras
VPJ Alimentos
Rede Comper
Frigorífico Zimmer
Frigorífico Coqueiro
Comentários CORRIGIR TEXTO