Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Serviços

- Publicada em 09h59min, 21/07/2020. Atualizada em 09h59min, 21/07/2020.

Sindha defende retomada sustentável e responsável das atividades

Setores da gastronomia e hotelaria foram fortemente afetados pela pandemia

Setores da gastronomia e hotelaria foram fortemente afetados pela pandemia


LUIZA PRADO/JC
O Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região (Sindha), entidade que representa 6.727 empresas do segmento, vem atuando ativamente para que os setores da gastronomia e da hotelaria se mantenham organizados e engajados para a retomada sustentável e responsável das atividades econômicas. Seja no incessante diálogo com as autoridades ou na comunicação com seus associados, e na elaboração de protocolos específicos que ampliam a segurança do atendimento nas empresas, a entidade também defende que é essencial sensibilizar a população sobre a necessidade de intensificar o esforço coletivo no cumprimento das medidas necessárias para evitar a transmissão do coronavírus.
O Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região (Sindha), entidade que representa 6.727 empresas do segmento, vem atuando ativamente para que os setores da gastronomia e da hotelaria se mantenham organizados e engajados para a retomada sustentável e responsável das atividades econômicas. Seja no incessante diálogo com as autoridades ou na comunicação com seus associados, e na elaboração de protocolos específicos que ampliam a segurança do atendimento nas empresas, a entidade também defende que é essencial sensibilizar a população sobre a necessidade de intensificar o esforço coletivo no cumprimento das medidas necessárias para evitar a transmissão do coronavírus.
“As empresas estão totalmente comprometidas com a aplicação irrestrita das melhores práticas de cuidados com a saúde neste momento, a fim de garantir a retomada segura do atendimento ao público. Nosso esforço está centrado em manter o equilíbrio: temos a consciência de que o momento é delicado, tanto para a questão da saúde pública, como para a manutenção da economia. Por isso nos mobilizamos, de forma técnica e responsável, e estamos prontos para reabrir”, argumenta o presidente da entidade, Henry Chmelnitsky.
O Sindha está preparando, junto a outras entidades empresariais, uma campanha de conscientização sobre a importância do cumprimento das orientações sobre distanciamento físico direcionadas pelas autoridades competentes. “Além disso, estamos nos movimentando para levantar um fundo específico para realizar a testagem da covid-19, pois entendemos que este é uma ação fundamental para garantir a retomada da economia com segurança”, reforça Chmelnitsky.
Comentários CORRIGIR TEXTO