Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

mercado financeiro

- Publicada em 08h08min, 20/07/2020. Atualizada em 08h08min, 20/07/2020.

Bolsas asiáticas fecham mistas em meio a negociações da UE e avanço da Covid-19

Japonês Nikkei teve alta marginal de 0,09% em Tóquio, a 22.727,48 pontos

Japonês Nikkei teve alta marginal de 0,09% em Tóquio, a 22.727,48 pontos


Behrouz MEHRI/AFP/JC
As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta segunda-feira (20), com investidores mantendo a cautela em meio a negociações da União Europeia (UE) sobre um fundo de resgate bilionário e a disseminação do coronavírus nos EUA.
As bolsas asiáticas fecharam sem direção única nesta segunda-feira (20), com investidores mantendo a cautela em meio a negociações da União Europeia (UE) sobre um fundo de resgate bilionário e a disseminação do coronavírus nos EUA.
O índice acionário japonês Nikkei teve alta marginal de 0,09% em Tóquio, a 22.727,48 pontos, enquanto o Hang Seng caiu 0,12% em Hong Kong, a 25.057,99 pontos, o sul-coreano Kospi recuou 0,14% em Seul, a 2.198,20 pontos, e o Taiex registrou ligeira perda de 0,06% em Taiwan, a 12.174,54 pontos.
Líderes da UE ainda não conseguiram chegar a um acordo sobre um inédito pacote orçamentário de 1,85 trilhão de euros, que inclui um fundo de 750 bilhões de euros destinado a ajudar o bloco a se recuperar da crise gerada pela Covid-19. Eles deverão voltar a se reunir nesta segunda-feira, no quarto dia de uma cúpula que começou na sexta (17).
Já a segunda onda de coronavírus nos EUA gera apreensões sobre o ritmo de recuperação da maior economia do mundo. O país acumula mais de 3,7 milhões de casos da doença, sendo que 63 mil novas infecções foram relatadas no sábado, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.
Na China continental, as bolsas tiveram sólidos ganhos hoje: o índice Xangai Composto subiu 3,11%, a 3.314,15 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 2,68%, a 2.216,70 pontos. O impulso veio de ações de seguradoras, após mudança regulatória anunciada no fim de semana que permitirá ao setor investir mais em renda variável, e de fornecedores de materiais de construção.
Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho, pressionada por papéis de petrolíferas. O S&P/ASX 200 caiu 0,53% em Sydney, a 6.001,60 pontos.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO