Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Agronegócios

- Publicada em 18h18min, 18/07/2020. Atualizada em 18h33min, 19/07/2020.

Marfrig vai abrir 200 empregos em frigorífico em São Gabriel

Com novas vagas, a Marfrig chegará a quase mil trabalhadores, segundo a prefeitura

Com novas vagas, a Marfrig chegará a quase mil trabalhadores, segundo a prefeitura


FLÁVIO WORNICOV PORTELA/MPT/DIVULGAÇÃO/JC
O grupo Marfrig, um dos maiores processadores de carne bovina do mundo, vai ampliar o quadro de funcionários no frigorífico em São Gabriel, na Fronteira Oeste gaúcha. De acordo com o prefeito da cidade, Rossano Gonçalves (PL), a empresa vai abrir 217 novos empregos. 
O grupo Marfrig, um dos maiores processadores de carne bovina do mundo, vai ampliar o quadro de funcionários no frigorífico em São Gabriel, na Fronteira Oeste gaúcha. De acordo com o prefeito da cidade, Rossano Gonçalves (PL), a empresa vai abrir 217 novos empregos. 
Hoje já são 700 trabalhadores na unidade. Ao avançar para quase mil postos, a Marfrig se tornará a maior empregadora do setor privado no município, diz nota da prefeitura.
As contratações vão começar nos próximos dias, e a expectativa da administração municipal é que todos os novos funcionários já estejam efetivados até a segunda semana de agosto.
Em março, o município assinou um termo de acordo de cooperação técnica com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) que formalizava a contratação de 22 profissionais para cargos de auxiliar de inspeção veterinária durante os abates, uma exigência para exportação para os mercados consumidores da Ásia, Europa e Estados Unidos.
Em junho, a administração encaminhou à Câmara de Vereadores um projeto de lei que criava taxa de fiscalização sanitária para abate de animais bovinos aptos para exportação.
“O ambiente foi criado para que a Marfrig expandisse suas operações em São Gabriel por conta de uma parceria com a prefeitura”, afirma Gonçalves. "Trabalhamos em silêncio, responsabilidade e sem criar falsas expectativas. Aí está o resultado, também, daquele projeto que foi apreciado na Câmara”.
De acordo com a prefeitura, a unidade de São Gabriel tem um dos melhores desempenhos produtivos entre as plantas frigoríficas do grupo.
O anúncio vem pouco mais de um mês após um atrito entre o poder estadual e a administração gabrielense por conta da recusa em implantar plenamente a bandeira vermelha do modelo de distanciamento controlado, resultando em uma ação cível pública movida pelo Ministério Público do RS (MP-RS).
Comentários CORRIGIR TEXTO