Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

08/07/2020 - 16h14min. Alterada em 10/07 às 18h43min

Trabalhar em Portugal? As profissões mais bem pagas e os empregos mais fáceis de pegar

Nas áreas de comunicação, design e marketing encontra-se trabalho bem remunerado e com relativa facilidade

Nas áreas de comunicação, design e marketing encontra-se trabalho bem remunerado e com relativa facilidade


Bench Accounting by Unsplash/Divulgação/JC
Portugal é para muitos brasileiros a porta de entrada no mercado de trabalho europeu. O clima mais ameno, em comparação a países como a Inglaterra ou a Alemanha, e a facilidade da língua são fatores levados em conta no momento de escolher o país para viver na Europa. Para saber onde estão as melhores oportunidades de salário, e também quais as profissões que se podem encontrar mais facilmente em Portugal, fomos falar com a Comparamais, um site português especializado em comparação de preços e outros assuntos econômicos.
Quais as áreas com melhores salários em Portugal
Quando o assunto são os trabalhos mais bem pagos em Portugal, se destacam os cargos de direção na indústria e retalho. De acordo com as agências de trabalho portuguesas (e sem contar com artistas, futebolistas e outras vagas com condições muito variáveis), a profissão melhor remunerada é a de Diretor-Geral de Indústria em grandes empresas. Esta vaga pode valer um salário de 170.000¤, cerca de um milhão de reais. Também muito perto estão os cargos de Diretor-Geral no setor do Retalho e Diretor Jurídico em grandes empresas, com remuneração anual até 160.000¤.
As pesquisas indicam que existem 20 profissões em Portugal a superar habitualmente o patamar dos 100.000¤ anuais (cerca de 600.000 reais), segundo as agências de trabalho. E, nessas duas dezenas de vagas, existem cinco cargos ligados ao Retalho. Depois é na Indústria e Construção, na Saúde e nas Tecnologias de Informação que há maior probabilidade de encontrar cargos com elevada remuneração. No entanto, se procurar trabalho num patamar de vencimento inferior, logo acima dos 50.000¤ anuais, será na informática (programador, developer, cibersegurança, etc) que encontra mais ofertas de emprego.
E quais os trabalhos mais fáceis de obter?
Para os salários acima referidos é preciso, obviamente, ter elevado grau de especialização, conhecimentos acadêmicos e profissionais e ainda experiência acumulada. Mas, como Portugal é um país onde o salário mínimo está situado em apenas 635¤ (3900 reais), há muitas oportunidades para quem deseja apenas encontrar rápido um trabalho e sem grande qualificação acadêmica.
Os brasileiros que vêm para Portugal têm tido maior facilidade em determinados setores, explicou a Comparamais. Por exemplo, as entregas ao domicílio em empresas como a Uber Eats ou a Glovo são quase "dominadas" por motoboys canarinhos. Também outras empresas de entregas, como móveis ou eletrodomésticos, contam com muitos brasileiros nas suas fileiras.
Pela sua facilidade de comunicação, também nos trabalhos de call center, por exemplo para serviços de energia, seguros, setor bancário ou para telecomunicações, há muitos profissionais brasileiros. Nesta área existe um benefício, já que o trabalho é feito por objetivos. Por isso, embora o ponto de partida possa ser o salário mínimo, há a possibilidade de ter um reforço assinalável no vencimento graças a prêmios de produção.
Também no atendimento ao público, em lojas, restaurantes e outros serviços costuma haver muita oferta de trabalho onde brasileiros e portugueses estão em igualdade na corrida às vagas. No entanto, o atendimento ao público tem sofrido bastante devido às restrições da Covid-19 e, como tal, a oferta de trabalho decresceu nos últimos meses.
Trabalho especializado e fácil de encontrar
Se é verdade que a forma mais rápida de encontrar trabalho em Portugal é nos setores referidos no capítulo anterior, isso não quer dizer que não exista trabalho bem remunerado e fácil de encontrar. E se a pandemia afetou bastante a convivência das pessoas em locais públicos, por outro lado veio impulsionar muito o e-commerce e setor digital.
Como tal, há várias oportunidades para quem seja especialista em Tecnologias de Informação, com conhecimentos de programação, cibersegurança, design e comunicação, gestão de mídias sociais e desenvolvimento de aplicações e sites. Há de momento muita oferta nessas áreas, aumentando a probabilidade de encontrar trabalho, tanto para portugueses como estrangeiros. E como os brasileiros partilham a mesma língua, partem numa posição de vantagem quando muitas empresas procuram estes profissionais.
Em outras áreas, como na saúde, também há muitos brasileiros a trabalhar em Portugal. Por exemplo, na medicina dentária e na área da estética há uma grande quantidade de especialistas com origem no Brasil. Em outros setores nos quais é muito reconhecida a qualidade dos profissionais canarinhos, como a comunicação, design ou marketing e publicidade, continua a ser possível encontrar trabalho bem remunerado e com relativa facilidade. Como tal, qualquer bom profissional brasileiro é recebido de portas abertas em muitos setores de trabalho em Portugal e pode começar logo a receber um vencimento bem mais interessante que o salário mínimo
Antes de viajar
Está convencido em ir trabalhar para Portugal? Nem tudo é fácil, já que existem sempre aspectos burocráticos que necessita tratar assim que chegar. Por exemplo, se entrar apenas com visto de turista (sem trabalho já garantido), terá 90 dias para permanecer e regularizar a situação. Ou seja, encontrar um trabalho e pedir o visto de residência. Além disso, para trabalhar vai necessitar de outros documentos, como o NIF (número de identificação fiscal) das Finanças/Autoridade Tributária, a equivalente à Fazenda no Brasil. E também da inscrição na Segurança Social, que é o nome da Previdência Social em Portugal.
A concluir, a Comparamais deixou dois conselhos aos brasileiros que decidem trabalhar em Portugal. Em primeiro lugar, não deixar expirar o prazo de permanência como turista sem fazer a renovação ou encontrar trabalho e pedir o visto de residência. Em segundo lugar, não se deixar convencer por esquemas de trabalho sem contrato. Ambas as situações podem dar origem à expulsão imediata, o que significará o adeus (mesmo que temporário) ao sonho de trabalhar em Portugal e na Europa...
Comentários CORRIGIR TEXTO

Produzido por: