Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Petróleo

- Publicada em 12h08min, 24/06/2020.

Petrobras contrata lote de 98 mil testes para Covid-19 aos funcionários

Empresa diz que ultrapassará os 300 mil testes deste tipo, incluindo os já realizados

Empresa diz que ultrapassará os 300 mil testes deste tipo, incluindo os já realizados


ANDRÉ MOTTA DE SOUZA/AGÊNCIA PETROBRAS/DIVULGAÇÃO/JC
A Petrobras anunciou compra de testes de detecção da Covid-19 para todas as instalações da companhia. O lote contratado esta semana é de 98 mil testes do tipo rápido. Em nota à imprensa, a empresa diz que ultrapassará nos próximos meses os 300 mil testes deste tipo, incluindo os já realizados.
A Petrobras anunciou compra de testes de detecção da Covid-19 para todas as instalações da companhia. O lote contratado esta semana é de 98 mil testes do tipo rápido. Em nota à imprensa, a empresa diz que ultrapassará nos próximos meses os 300 mil testes deste tipo, incluindo os já realizados.
Em nota, a companhia explica que faz triagem no pré-embarque para plataformas e tem estendido ao pré-turno nas refinarias, usinas térmicas e unidades de tratamento a gás, entre outras instalações, abrangendo 100% das unidades operacionais.
Até setembro, a companhia terá contratado 305 mil testes rápidos e outros 26 mil do tipo padrão ouro (RT-PCR), sendo "uma das primeiras empresas brasileiras a realizar esse duplo procedimento em larga escala", afirma.
Ainda sobre testes, a empresa diz ter doado 600 mil testes para diagnóstico de Covid-19 ao Sistema Único de Saúde (SUS), distribuídos para hospitais públicos e filantrópicos em todas as regiões do país, e que R$ 30 milhões têm sido direcionados para doações de combustíveis, itens de higiene e equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras, luvas, óculos e aventais, além da criação de uma Frente Científica para desenvolver pesquisas e soluções tecnológicas que possam ajudar no combate à doença.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO