Porto Alegre, sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Dia do Trânsito.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Turismo

- Publicada em 18h27min, 16/05/2020. Atualizada em 19h20min, 16/05/2020.

Justiça derruba liminar que restringia operações do Airbnb em Gramado

Pandemia de coronavírus tem impactado atividades turísticas, mas setor acredita em retomada

Pandemia de coronavírus tem impactado atividades turísticas, mas setor acredita em retomada


PREFEITURA DE GRAMADO/DIVULGAÇÃO/JC
Uma liminar, movida pela prefeitura de Gramado e que começou a vigorar em maio, impedia que o Airbnb fizesse anúncios, reservas ou locações de acomodações no município, devido à pandemia do coronavírus. No entanto, a Justiça tornou sem efeito a medida que proibia temporariamente as operações do grupo no município.
Uma liminar, movida pela prefeitura de Gramado e que começou a vigorar em maio, impedia que o Airbnb fizesse anúncios, reservas ou locações de acomodações no município, devido à pandemia do coronavírus. No entanto, a Justiça tornou sem efeito a medida que proibia temporariamente as operações do grupo no município.
Quando ingressou com a ação, o prefeito de Gramado, Fedoca Bertolucci, afirmou que “da forma como se encontra essa atividade, é impossível qualquer fiscalização acerca dos cuidados que possam evitar a proliferação do vírus responsável pela pandemia”. Em nota, o Airbnb ressalta que anunciou, recentemente, em todo o mundo um Programa Avançado de Limpeza, que inclui o primeiro protocolo padronizado e abrangente de higienização no setor de compartilhamento de acomodações.
Esse protocolo, que estará disponível para todos os anfitriões do Airbnb, vai incluir informações específicas sobre a prevenção ao coronavírus, como o uso de equipamentos de proteção individual para os anfitriões e seus assistentes, além de produtos de limpeza certificados por autoridades sanitárias.
Também será necessário um período de 24 horas após a última estadia antes de o hóspede entrar na acomodação para evitar eventuais riscos de contaminação. E os anfitriões que não puderem se comprometer com o protocolo de higienização poderão optar por um novo recurso chamado Intervalo entre Reservas, que estabelece um período maior, de 72 horas, entre o fim de uma reserva e o início de outra.
O comunicado destaca que o “Airbnb reforça que esse programa, que já está pronto para implementação, está alinhado com os objetivos da prefeitura e contará com todo o suporte técnico do Airbnb para os anfitriões de Gramado, assim como nas demais cidades brasileiras”.
Comentários CORRIGIR TEXTO