Porto Alegre, sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Dia do Trânsito.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Infraestrutura

- Publicada em 19h42min, 24/04/2020.

Consumo de energia recua 14% um mês após restrições para combater pandemia

De acordo com a CCEE, o setor automobilístico e têxtil lideram as quedas de consumo na indústria no mercado livre

De acordo com a CCEE, o setor automobilístico e têxtil lideram as quedas de consumo na indústria no mercado livre


FCA/DIVULGAÇÃO/JC
A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) informou que um mês após as restrições trazidas pelo combate ao novo coronavírus (covid-19), o consumo de energia elétrica recuou 14%, sendo que o mercado livre registrou queda de média de 18% nas últimas quatro semanas e o mercado cativo teve redução de 13%.
A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) informou que um mês após as restrições trazidas pelo combate ao novo coronavírus (covid-19), o consumo de energia elétrica recuou 14%, sendo que o mercado livre registrou queda de média de 18% nas últimas quatro semanas e o mercado cativo teve redução de 13%.
"Os dados são preliminares e comparam o período entre 21 de março e 17 de abril com as semanas de 1 a 20 de março. O período considerado como posterior às medidas de contenção foi atualizado em relação aos estudos divulgados anteriormente, que tomavam como início da quarentena o dia 18 de março", informou a CCEE em nota.
Os dados só não consideram o consumo de Roraima, estado não integrado ao Sistema Interligado Nacional (SIN).
De acordo com a CCEE, o setor automobilístico e têxtil lideram as quedas de consumo na indústria no mercado livre desde o início da quarentena, com reduções de 65% e 49%, respectivamente. O comércio teve queda de 16%.
Entre os Estados, o Rio Grande do Sul foi o que registrou queda maior no consumo de energia elétrica nas últimas quatro semanas, com recuo de 30%, seguido de Santa Catarina, com menos 22%. Mato Grosso do Sul perdeu 18% do consumo de energia, a mesma queda observada no Paraná. São Paulo é o quinto colocado, com menos 17%. O Rio de Janeiro teve diminuição de 13% no consumo de eletricidade.
Por submercado, as quedas foram de 13% nas regiões Sudeste/Centro-Oeste; a Sul, com menos 24%; o Nordeste com perda de 12% e a Norte, queda de 5%, informou a CCEE.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO