Porto Alegre, sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Dia do Trânsito.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

construção civil

- Publicada em 08h57min, 23/04/2020. Atualizada em 08h57min, 23/04/2020.

Construção civil retoma atividades em Porto Alegre após decreto que estabelece regras

De acordo com a prefeitura, setor assina 4% das carteiras de trabalho da Capital

De acordo com a prefeitura, setor assina 4% das carteiras de trabalho da Capital


MARCELO G. RIBEIRO/ARQUIVO/JC
A construção civil começa a retomar seus trabalhos nesta quinta-feira (23) em Porto Alegre. A liberação ocorre após decreto publicado pela prefeitura da Capital no fim da noite dessa quarta, que regulamenta o retorno gradual das atividades no setor e mediante a regras restritivas de higiene e proteção (veja abaixo).
A construção civil começa a retomar seus trabalhos nesta quinta-feira (23) em Porto Alegre. A liberação ocorre após decreto publicado pela prefeitura da Capital no fim da noite dessa quarta, que regulamenta o retorno gradual das atividades no setor e mediante a regras restritivas de higiene e proteção (veja abaixo).
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
As atividades estavam suspensas desde 20 de março, pelo decreto que estabeleceu calamidade pública na cidade e restringiu também a abertura de comércio e serviços. De acordo com a prefeitura, a decisão de reabertura na construção civil foi embasada no achatamento da curva de internações por coronavírus na cidade. As flexibilizações nos demais setores, que permanecem com regras de isolamento até o dia 30 de abril, devem ocorrer de forma escalonada, condicionadas à evolução da pandemia.
De acordo com o prefeito Nelson Marchezan Júnior, a reabertura começa pelo setor que assina 4% das carteiras de trabalho da Capital, com renda média de R$ 1,8 mil. "Além de gerar empregos para cidadãos de baixa remuneração, a construção civil gera quase R$ 80 milhões em impostos para o Município, incluindo cerca de 8 mil microempreendedores individuais", disse o prefeito.

Veja as regras estabelecidas para o retorno gradual da construção civil:

  • As atividades do setor podem funcionar somente das 9h às 16h
  • A troca diária de uniformes dos trabalhadores passa a ser obrigatória
  • Redução da circulação de pessoas nos vestiários e refeitórios de canteiros de obras
  • Elevadores fechados só podem transportar uma pessoa por vez além do operador
  • Monitoramento da temperatura corporal e de sintomas gripais dos trabalhadores obrigatório
  • Fornecimento de máscaras de proteção facial para o deslocamento dos trabalhadores em transporte coletivo
Comentários CORRIGIR TEXTO