Porto Alegre, terça-feira, 31 de março de 2020.
Dia da Integração Nacional. Dia da Saúde e Nutrição.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, terça-feira, 31 de março de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

mercado financeiro

Alterada em 31/03 às 15h58min

Ouro fecha sessão em queda de quase 3%, mas avança no mês, com coronavírus

Na Comex, o ouro para junho fechou em queda de 2,83%, a US$ 1.596,6

Na Comex, o ouro para junho fechou em queda de 2,83%, a US$ 1.596,6


VISUALHUNT.COM/DIVULGAÇÃO/JC
O ouro encerrou a sessão de desta terça-feira (31), em queda no mercado futuro, no menor valor em uma semana, mas terminou o mês em alta, em meio aos desdobramentos da pandemia de coronavírus na economia global.
O ouro encerrou a sessão de desta terça-feira (31), em queda no mercado futuro, no menor valor em uma semana, mas terminou o mês em alta, em meio aos desdobramentos da pandemia de coronavírus na economia global.
Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange, o ouro para junho fechou em queda de 2,83%, a US$ 1.596,6, nível mais baixo desde 23 de março, mas avançou 1,90% em no mês.
O metal precioso iniciou o mês em forte pressão, por conta da volatilidade nos índices acionários na esteira do coronavírus. O quadro forçou investidores a desmontarem posições e vendar a commodity para compensar perdas em outros mercados.
No entanto, a medida que governos e bancos centrais anunciavam ações para conter os efeitos econômicos da pandemia, o ouro reconquistou o caráter de ativo de segurança, conforme destaca o Commerzbank. "O festival de impressão de dinheiro por bancos centrais e um massivo aumento das dívidas nacionais apontam para contínua demanda por ouro como porto seguro", avalia o banco.
Hoje, a divulgação do índice de gerentes de compras(PMI, na sigla em inglês)industrial da China, que saiu de 35,7 a 52 na passagem de fevereiro para março, sustentou alta no mercado de commodities. O cenário de menor aversão a ativos de risco ajudou a derrubar a cotação do ouro.