Porto Alegre, segunda-feira, 09 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

crédito

09/03/2020 - 11h57min. Alterada em 09/03 às 16h14min

Serasa promove feirão de renegociação de dívidas com descontos de até 98%

Ação vai até o fim de março e oferece descontos e parcelamentos

Ação vai até o fim de março e oferece descontos e parcelamentos


LUIZA PRADO/JC
Bruna Oliveira
Os consumidores endividados que desejam limpar o nome têm até o fim deste mês para renegociarem suas dívidas durante o Feirão Serasa Limpa Nome. A ação, que vai até o dia a 31 de março, oferece descontos que podem chegar a 98% e parcelamentos em até 30 vezes. 
Os consumidores endividados que desejam limpar o nome têm até o fim deste mês para renegociarem suas dívidas durante o Feirão Serasa Limpa Nome. A ação, que vai até o dia a 31 de março, oferece descontos que podem chegar a 98% e parcelamentos em até 30 vezes. 
O Feirão permite renegociações diretamente com os credores. Claro, Net, Embratel, Sky, Oi, Crefisa, Porto Seguro, Itaú, Banco do Brasil, Santander e Banrisul estão entre as empresas participantes. "É uma oportunidade para os consumidores", diz o gerente da Serasa Consumidor, Daniel Ebbesen. Ele cita que as dívidas mais antigas são as que rendem os maiores descontos.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/03/09/206x137/1_lp_090320___feirao_serasa__15_-9001579.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5e66493813d7e', 'cd_midia':9001579, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/03/09/lp_090320___feirao_serasa__15_-9001579.jpg', 'ds_midia': 'Feirão Serasa Limpa Nome   Na foto: Daniel Ebbesen', 'ds_midia_credi': 'LUIZA PRADO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Feirão Serasa Limpa Nome   Na foto: Daniel Ebbesen', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Ebbesen diz que Feirão é uma oportunidade para os consumidores inadimplentes. Foto Luiza Prado/JC
As renegociações são feitas através do site do Serasa Limpa Nome, mas os consumidores têm a opção de comparecer às lojas físicas para esclarecer dúvidas e conversar sobre as propostas. A última edição da feira, em novembro do ano passado, contabilizou mais de 4 milhões de acordos fechados e de R$ 5 bilhões em descontos concedidos, sendo a maior da história.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Em Porto Alegre, os acordos podem ser feitos de forma presencial na agência da Serasa no Centro Histórico, que fica no subsolo da Galeria Chaves (rua dos Andradas, 1.438). A alternativa foi a escolha do representante comercial Fabio Estevão. Ele está em busca de crédito para aplicar na empresa de segurança que está abrindo, e para isso precisa limpar o nome. 
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/03/09/206x137/1_lp_090320___feirao_serasa__23_-9001587.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5e66493813d7e', 'cd_midia':9001587, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/03/09/lp_090320___feirao_serasa__23_-9001587.jpg', 'ds_midia': 'Feirão Serasa Limpa Nome   Na foto: Fabio Estevão', 'ds_midia_credi': 'LUIZA PRADO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Feirão Serasa Limpa Nome   Na foto: Fabio Estevão', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Estevão garantiu desconto de 77% com renegociação de dívida. Foto Luiza Prado/JC
"Iniciei a negociação pelo aplicativo, mas decidi buscar a loja para ter certeza de que estava tudo certo", disse Estevão. O resultado foi melhor do que o esperado: desconto de 77% e parcelamento de 12 vezes sem juros de uma dívida de R$ 8 mil contraída pelo cheque especial. 
O Feirão também é uma oportunidade para quem perdeu a passagem do caminhão da Serasa pela Capital, estacionado no Largo Glênio Peres até a semana passada. Foi o caso de Alexander Vaz Ferreira, funcionário de uma empresa de ônibus de viagens. "Fui até o caminhão, mas não consegui renegociar pois tinha muita fila", afirmou. Nesta segunda-feira (9), Ferreira procurou a loja da Serasa com a esperança de quitar uma dívida de R$ 2,5 mil acumulada no cartão. 
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/03/09/206x137/1_lp_090320___feirao_serasa__12_-9001576.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5e66493813d7e', 'cd_midia':9001576, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/03/09/lp_090320___feirao_serasa__12_-9001576.jpg', 'ds_midia': 'Feirão Serasa Limpa Nome   Na foto: Alexander Vaz Ferreira', 'ds_midia_credi': 'LUIZA PRADO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Feirão Serasa Limpa Nome   Na foto: Alexander Vaz Ferreira', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Grande procura no caminhão da Serasa fez com que Ferreira procurasse loja física na Capital. Foto Luiza Prado/JC
O cartão de crédito, aliás, é o campeão dos casos de endividamento dos consumidores que comparecem ao Feirão, explica Ebbesen. A modalidade soma 27,8% das dívidas. Em seguida, aparecem as contas básicas, como luz, gás e água (20,4%), varejo (12,3%) e telefonia (11%).
Em dezembro de 2019, Porto Alegre somava 492.594 inadimplentes, de acordo com dado mais recente da Serasa. O número coloca a capital gaúcha na 13ª posição do ranking de cidades brasileiras com o maior número de inadimplentes.