Porto Alegre, terça-feira, 18 de fevereiro de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Trabalho

13/02/2020 - 11h36min. Alterada em 13/02 às 13h17min

Marcopolo abre 150 vagas em Caxias do Sul

Companhia líder de fabricação de ônibus nas Américas está repondo pessoal e ampliando vagas

Companhia líder de fabricação de ônibus nas Américas está repondo pessoal e ampliando vagas


VINICIUS PAULLETI/DIVULGAÇÃO/CIDADES
Em meio a taxas elevadas de desemprego e escassez de vagas em muitos segmentos, uma das maiores indústrias do Rio Grande do Sul e líder em produção de ônibus nas Américas, a Marcopolo abriu 150 postos de trabalho para preenchimento imediato, segundo nota no site da empresa.
Em meio a taxas elevadas de desemprego e escassez de vagas em muitos segmentos, uma das maiores indústrias do Rio Grande do Sul e líder em produção de ônibus nas Américas, a Marcopolo abriu 150 postos de trabalho para preenchimento imediato, segundo nota no site da empresa.
As contratações devem suprir a necessidade de capacidade produtiva para dar conta de demanda maior de fabricação de ônibus no primeiro semestre. Novos pedidos de clientes que já estão em carteira validam a previsão de maior produção. A companhia não divulga números de produção esperada devido ao período de silêncio, antes da divulgação do balanço do quarto trimestre de 2019.
As vagas são para as linhas de produção em Caxias do Sul, segundo maior polo metalmecânico do Brasil. No complexo, já atuam 8 mil trabalhadores. As vagas repõem saídas e férias e também ampliam quadro.
No Brasil, a companhia soma 9,2 mil. O número total de funcionários da marca é de 14 mil com a operação nacional e internacional. A empresa tem unidades na África do Sul, Argentina, Austrália, China, Colômbia, Egito, Índia e México.   
Dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Ônibus (Fabus) apontam que a indústria brasileira de ônibus fechou 2019 com crescimento de 10,8%, com 22.806 unidades produzidas, ante 20.590 do ano anterior. A Marcopolo respondeu por quase 50% desse volume. Em 2020, o setor espera crescer entre 5% e 8% em volume, para segmentos urbanos, rodoviários, micros, fretamento e escolares, com o fornecimento para o programa Caminho da Escola do Governo Federal.
Caso se confirme a previsão da Fabus, a Marcopolo poderá abrir mais vagas ainda neste semestre. 
A companhia informa que o processo seletivo está sendo feito pelos sites da Inovarh e Sucessor RH.