Porto Alegre, sábado, 26 de setembro de 2020.
Dia Nacional dos Surdos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 26 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Mercado imobiliário

- Publicada em 14h31min, 31/01/2020.

Assembleia da MRV aprova incorporação da MDI com 57,59% dos votos

A incorporação da MDI Desenvolvimento Imobiliário pela MRV foi aprovada com 57,59% dos votos em Assembleia Geral Extraordinária realizada pela construtora nesta sexta-feira (31). No total, acionistas detentores de 192.331.855 papéis da MRV votaram a favor da transação. Os donos de 9.400 papéis votaram pela rejeição da proposta, enquanto que os detentores de 141.599.481 ações se abstiveram.
A incorporação da MDI Desenvolvimento Imobiliário pela MRV foi aprovada com 57,59% dos votos em Assembleia Geral Extraordinária realizada pela construtora nesta sexta-feira (31). No total, acionistas detentores de 192.331.855 papéis da MRV votaram a favor da transação. Os donos de 9.400 papéis votaram pela rejeição da proposta, enquanto que os detentores de 141.599.481 ações se abstiveram.
Os votos também aprovaram o aumento do capital social da companhia em e R$ 685.700.478,80, valor referente à versão da parcela do acervo líquido patrimonial da MDI que não é detida pela empresa. O aumento se dará pela emissão de 37.286.595 ações ordinárias e um bônus de subscrição.
Na AGE, foram aprovados ainda o protocolo de justificação da incorporação da MDI, a contratação da WH Auditores Independentes para avaliar o valor do patrimônio líquido da MDI, o que servirá para calcular a relação de troca no contexto da incorporação.
A contratação da Ernst & Young para calcular a relação de substituição das quotas da MDI por ações da MRV também foi aprovada.
A MDI tem participação indireta de 89,40% na AHS Residential, empresa com a qual a MRV pretende fazer combinação de negócios.
Em dezembro, a MRV apresentou nova proposta para a transação, pela qual fará emissão de 7,75% de ações, que serão subscritas pela família Menin, em troca dos 89,4% que os controladores da maior incorporadora brasileira possuem na AHS.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO