Porto Alegre, sábado, 26 de setembro de 2020.
Dia Nacional dos Surdos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 26 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Turismo

- Publicada em 22h11min, 26/01/2020. Atualizada em 15h33min, 27/01/2020.

Feriados prolongados aquecem setor turístico

Abav projeta aumento de 8% a 14% nas vendas de pacotes em 2020

Abav projeta aumento de 8% a 14% nas vendas de pacotes em 2020


/ROVENA ROSA/ABR/JC
Eduardo Lesina
O número de feriados prolongados neste ano vai animar o turismo brasileiro. Se, em 2019, tivemos cinco "feriadões", neste ano, os feriados prolongados chegam a nove, considerando aqueles em que as datas caem nas terças e quintas-feiras, e podem aquecer o setor no País em 2020.
O número de feriados prolongados neste ano vai animar o turismo brasileiro. Se, em 2019, tivemos cinco "feriadões", neste ano, os feriados prolongados chegam a nove, considerando aqueles em que as datas caem nas terças e quintas-feiras, e podem aquecer o setor no País em 2020.
No ano passado, os feriados prolongados resultaram em 13,9 milhões de viagens, que movimentaram R$ 28,84 bilhões na economia brasileira, segundo levantamento do Ministério do Turismo (MinTur). O ministério ainda está produzindo os estudos para a divulgação da projeção. A Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav) projeta um acréscimo entre 8% e 14% nas vendas de pacote de viagens neste ano apenas nos feriados.
Além do impacto econômico, os feriados no meio da semana também fortalecem o turismo local, uma vez que se realizam viagens mais curtas. Para o gerente de produtos e marketing da CVC, Julio Cesar Machado, os feriados prolongados trazem a possibilidade das "escapadinhas" para destinos mais próximos e fomentam o turismo brasileiro. O gerente também comenta que muitos dos clientes da empresa procuram combinar os feriadões com suas horas extras no trabalho para prolongar ainda mais a sua estadia.
Alexandre Moshe, diretor-geral da Decolar, aponta que o impacto dos feriados prolongados é positivo para o País, mas principalmente na economia local dos destinos escolhidos. Ainda, Moshe comenta: "Em um com mais feriados, a tendência é que as pessoas planejem suas viagens com mais antecedência, garantindo uma economia maior para o cliente".
Em 2019, o feriado de 1º de maio movimentou R$ 9 bilhões na economia e resultou em 4,5 milhões de viagens. Já o de 12 de outubro, um dos mais movimentados do ano, trouxe um impacto econômico de R$ 6,7 bilhões nos destinos visitados e cerca de 3,25 milhões de viagens domésticas.
Embora alguns feriados sejam tradicionalmente mais "familiares", o diretor-geral da Decolar conta que os três destinos mais procurados se mantêm, tanto no Carnaval, data menos familiar, quanto no Natal, que seria uma data mais familiar. Os três destinos são, respectivamente: São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Além deles, Maceió e Porto Seguro também se destacam no Brasil, enquanto Caribe, Estados Unidos e Europa são procurados para viagens internacionais.
Mesmo com o dólar em alta, as empresas de viagens não percebem diminuição na procura por destinos internacionais. "O dólar acaba influenciando na busca por destinos onde a moeda é utilizada, mas, para quem planeja a viagem com antecedência, o câmbio tem impacto menor", explica Moshe.

Lista de feriados nacionais e estaduais ainda neste ano

10 de abril | sexta-feira
Sexta-feira Santa
21 de abril | terça-feira
Tiradentes
1º de maio | sexta-feira
Dia Mundial do Trabalho
7 de setembro | segunda-feira
Independência do Brasil
20 de setembro | domingo
Revolução Farroupilha
12 de outubro | segunda-feira
Nossa Senhora Aparecida
2 de novembro | segunda-feira
Finados
15 de novembro | domingo
Proclamação da República
25 de dezembro | sexta-feira
Natal
Comentários CORRIGIR TEXTO