Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de janeiro de 2020.
Feriado nos EUA: Dia de Martin Luther King.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Consumo

Edição impressa de 21/01/2020. Alterada em 21/01 às 03h00min

Varejistas recuperam mais de R$ 42 milhões em vendas em 2019

Com o apoio de tecnologia, o lojista brasileiro conseguiu recuperar uma importante quantia de dinheiro que seria desperdiçada em taxas desnecessárias. É o que aponta o Recuperômetro, indicador realizado pela F360º, plataforma de gestão financeira com conciliação automática de vendas por cartão para o pequeno e médio varejista.
Com o apoio de tecnologia, o lojista brasileiro conseguiu recuperar uma importante quantia de dinheiro que seria desperdiçada em taxas desnecessárias. É o que aponta o Recuperômetro, indicador realizado pela F360º, plataforma de gestão financeira com conciliação automática de vendas por cartão para o pequeno e médio varejista.
Ao longo de 2019, as lojas e pontos de venda que utilizaram a solução da empresa conseguiram resgatar R$ 42,03 milhões em suas vendas efetuadas por cartão de crédito. Se levado em conta apenas o mês de dezembro, o valor é de R$ 554.600,84. O Recuperômetro exibe em tempo real o valor financeiro recuperado pela plataforma.
Compras realizadas com cartão de crédito e que não passam por conciliação nas vendas representam um risco grande ao varejista, que pode pagar taxas a mais. Com o apoio da plataforma da F360º, por exemplo, é possível integrar o serviço com a conciliação bancária, fluxo de caixa, DRE (Demonstrativo do Resultado do Exercício), entre outras funcionalidades.
"A economia deu sinais de que está retomada, e isso exige dos varejistas um melhor preparo e planejamento para conseguir aumentar suas vendas. O que o Recuperômetro mostra é que, aos poucos, esses empreendedores começam a contar com o apoio de plataformas que impedem gastos desnecessários que a grande maioria desconhece", explica Henrique Carbonell , CEO da F360º.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia