Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 17 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

trabalho

Edição impressa de 17/01/2020. Alterada em 17/01 às 03h00min

Falha no sistema bloqueia o seguro-desemprego

Bloqueio ocorre com que sacou R$ 500,00 do FGTS

Bloqueio ocorre com que sacou R$ 500,00 do FGTS


MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL/JC

Trabalhadores demitidos sem justa causa e que tentaram sacar o seguro-desemprego estão enfrentando dificuldades e atrasos na liberação do benefício. O problema começou na segunda quinzena de dezembro e ocorreu após a liberação do saque imediato de R$ 500,00 por conta vinculada do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Trabalhadores demitidos sem justa causa e que tentaram sacar o seguro-desemprego estão enfrentando dificuldades e atrasos na liberação do benefício. O problema começou na segunda quinzena de dezembro e ocorreu após a liberação do saque imediato de R$ 500,00 por conta vinculada do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A falha afetou todos os demitidos sem justa causa pois, durante o cruzamento de dados realizado para a liberação do seguro, a movimentação da conta do FGTS faz com que o sistema barre o pagamento.

A negativa do pedido resultava na necessidade de apresentação de um recurso administrativo. Quem não apresentou essa medida, não precisa mais pedir, pois, segundo o governo, a liberação será automática.

O governo informou que ainda está verificando o número de trabalhadores prejudicados. A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, disse que os todos os trabalhadores que tiveram o acesso ao seguro-desemprego dificultado terão seus pedidos reprocessados e liberados até a próxima quarta-feira, dia 22. Já os benefícios solicitados a partir de segunda-feira, dia 20, deverão ser liberados automaticamente.

De acordo com a pasta, a falha ocorreu no sistema de conferências para o pagamento do seguro-desemprego. Por motivos de segurança, é feita uma série de checagens em diversas bases de dados toda vez que um trabalhador solicita o benefício. O processo ocorre para verificar a identidade do trabalhador e se ele realmente tem direito ao pagamento.

O governo afirmou ainda que, com a introdução das novas modalidades de saque do FGTS, o fluxo de registros no sistema do Fundo de Garantia foi alterado. A opção pelo saque tem aparecido como última informação, onde o sistema do seguro-desemprego busca a informação de "demissão sem justa causa". Quando isto acontece, o sistema indica uma pendência, e o trabalhador não consegue solicitar o benefício.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia