Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 16 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Energia

15/01/2020 - 20h52min. Alterada em 16/01 às 00h41min

Queda de torre de transmissão pode ter causado apagão no Rio Grande do Sul

Equipes percorrem a região da Estação Ecológica do Taim, em Rio Grande, para apurar a ocorrência

Equipes percorrem a região da Estação Ecológica do Taim, em Rio Grande, para apurar a ocorrência


CEEE/DIVULGAÇÃO/JC
Patrícia Comunello
Ventos e temporal causaram o desligamento de uma linha de transmissão de energia no Rio Grande do Sul e levaram ao apagão em muitas cidades que durou minutos. Em comunicado no começo da noite desta quarta-feira (15), a TSLE, responsável pela Linha de Transmissão (LT) Povo Novo–Marmeleiro 2 (525 Kv), diz que as condições do clima levaram ao desligamento às 16h05min da linha na zona sul gaúcha com "momentâneo corte de carga". A informação foi comunicada no começo da noite desta quarta. 
Ventos e temporal causaram o desligamento de uma linha de transmissão de energia no Rio Grande do Sul e levaram ao apagão em muitas cidades que durou minutos. Em comunicado no começo da noite desta quarta-feira (15), a TSLE, responsável pela Linha de Transmissão (LT) Povo Novo–Marmeleiro 2 (525 Kv), diz que as condições do clima levaram ao desligamento às 16h05min da linha na zona sul gaúcha com "momentâneo corte de carga". A informação foi comunicada no começo da noite desta quarta. 
"O restabelecimento do fornecimento de energia foi iniciado logo após a ocorrência por sistemas alternativos". A TSLE acrescenta que informações preliminares apontam para a queda de torres que integram a LT. "Equipes percorrem a região da Estação Ecológica do Taim, em Rio Grande, para apurar a ocorrência e iniciar os trabalhos de recomposição das estruturas danificadas", diz a nota. A TSLE é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pela CEEE e Eletrosul.
O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou, também no começo da noite, que às 15h43min foi registrada a interrupção de carga equivalente a 600 MW no Rio Grande do Sul. Segundo o operador, a "normalização foi iniciada às 15h55min e, às 17h46min todas as cargas haviam sido restabelecidas". O ONS comunica que "as causas da ocorrência ainda estão sendo investigadas junto aos agentes da região".
Nas redes sociais, a falta de luz viralizou com posts de consumidores reclamando principalmente do apagão em meio a altas temperaturas. RGE e CEEE acionaram sistemas de emergência para recompor o abastecimento
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia