Porto Alegre, domingo, 27 de setembro de 2020.
Dia Mundial do Turismo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 27 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

investimento

- Publicada em 03h00min, 16/01/2020.

Para Leite, aporte do BRDE aumenta competitividade gaúcha

Eduardo Lesina
urante o lançamento oficial do programa BRDE Promove Sul, ocorrido nessa quarta-feira no Palácio Piratini, o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite valorizou o caráter empreendedor do povo gaúcho e afirmou que os recursos a recebidos vão fomentar ainda mais o projeto de desenvolvimento do Estado. O programa do BRDE destinou R$ 300 milhões ao Rio Grande do Sul, dos R$ 900 milhões direcionados à Região Sul.
urante o lançamento oficial do programa BRDE Promove Sul, ocorrido nessa quarta-feira no Palácio Piratini, o governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite valorizou o caráter empreendedor do povo gaúcho e afirmou que os recursos a recebidos vão fomentar ainda mais o projeto de desenvolvimento do Estado. O programa do BRDE destinou R$ 300 milhões ao Rio Grande do Sul, dos R$ 900 milhões direcionados à Região Sul.
Na companhia do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray (PSL), e do vice-presidente do BRDE, Luiz Corrêa Noronha, Leite afirmou que, mesmo com os problemas financeiros do do governo, o Estado do Rio Grande do Sul é forte: "nós temos um Estado com força, de gente capacitada e com disposição para o trabalho e para o empreendedorismo".
Conforme Noronha, o programa une duas políticas estratégicas do BRDE: a diversificação de financiamentos e o fomento ao desenvolvimento local. Os recursos vieram do fundo de caixa do banco e já estão disponíveis.
Com prazo máximo de amortização de 20 anos e uma taxa média próxima da Selic mais 4%, cerca de 8,5% ao ano, o programa Promove Sul tem como prioridade de ação as áreas de: modernização e expansão da atividade produtiva, inovação ou atualização tecnológica, armazenagem de grãos no Estado, geração de energias renováveis e tratamento de efluentes.
Comentários CORRIGIR TEXTO