Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 19 de novembro de 2019.
Dia da Bandeira.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

Aviação

Edição impressa de 19/11/2019. Alterada em 18/11 às 21h46min

Avião de transporte da Embraer ganha novo nome

KC-390 agora é C-390 Millenium

KC-390 agora é C-390 Millenium


/EMBRAER/REPRODUÇÃO/JC
A Embraer e a Boeing anunciaram nesta segunda-feira (18) o novo nome do avião de transporte multimissão que pretendem vender em conjunto, por meio de uma joint-venture que está à espera da aprovação de órgãos regulatórios para operar. O KC-390 agora se chama C-390 Millennium.
A Embraer e a Boeing anunciaram nesta segunda-feira (18) o novo nome do avião de transporte multimissão que pretendem vender em conjunto, por meio de uma joint-venture que está à espera da aprovação de órgãos regulatórios para operar. O KC-390 agora se chama C-390 Millennium.
O nome reflete a ideia central das duas empresas, que é apresentar o avião como uma solução do novo milênio, em oposição à idade de seu principal concorrente, o americano Lockheed C-130 Hércules, projeto dos anos 1950.
Na feira Dubai Airshow, nos Emirados Árabes Unidos, foi anunciado também o nome da joint-venture: Boeing Embraer - Defense. O nome da fabricante americana ganha destaque devido à sua maior capilaridade no mercado mundial, ainda que a empresa brasileira tenha 51% das ações da nova empresa. A joint-venture será uma das três empresas que sairão do acordo entre Boeing e Embraer, finalizado no começo deste ano e que aguarda aprovação de órgãos de defesa da concorrência.
Além da joint-venture, a americana será dona de 80% da área de aviação comercial da Embraer, responsável por 46% de sua receita líquida no ano passado. Ela se chamará Boeing Brasil - Commercial, quando e se for aprovada para operar..
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia