Porto Alegre, sexta-feira, 24 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Sustentabilidade

- Publicada em 02h12min, 05/11/2019. Atualizada em 03h00min, 05/11/2019.

Fórum ADCE começa nesta terça-feira

Acontece, nesta terça e quarta-feira, no Teatro do CIEE, em Porto Alegre, o 9º Fórum ADCE para Sustentabilidade (FAS). Promovido pela Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa (ADCE), o evento, que tem inscrições gratuitas, tem como objetivo trazer para a sociedade uma nova abordagem para o desenvolvimento sustentável.
Acontece, nesta terça e quarta-feira, no Teatro do CIEE, em Porto Alegre, o 9º Fórum ADCE para Sustentabilidade (FAS). Promovido pela Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa (ADCE), o evento, que tem inscrições gratuitas, tem como objetivo trazer para a sociedade uma nova abordagem para o desenvolvimento sustentável.
O 9º FAS terá como tema central "A Partilha". No primeiro dia, os palestrantes serão Sérgio Cavalieri (diretor do grupo Asamar), Máximo Trevisan (advogado e professor da UFSM), Maurício Harger (diretor-geral da CMPC Brasil), Yeda Crusius (economista e ex-governadora do Rio Grande do Sul), Claudio Gastal (secretário estadual de governança e gestão estratégica) e Jorge Audy (superintendente de inovação e desenvolvimento da Pucrs).
Já no segundo dia do evento, serão realizadas as palestras de Antonio Benatti (PhD em física pela Universidade de Tóquio), Draiton de Souza (pós-doutor em Filosofia do Direito), Maximiliano Wolfgramm (capelão-geral da Aelbra), Carmen Migueles (PhD em Sociologia das Organizações), Pe. Valdeir Goulart (diretor espiritual da ADCE Brasil), Carlos Reverbel (advogado e doutor em Direito do Estado), Rodrigo Geammal (CEO na Elos Fun e CMO na Allianz Parque Experience), Daniel Andrade (sócio-diretor da Ramos Andrade Engenharia e da Brain Energia) e Antonio Jorge Pereira Júnior (professor e doutor em Direito na USP).
 
Comentários CORRIGIR TEXTO