Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 30 de outubro de 2019.
Dia do Comerciário. Dia do Balconista.

Jornal do Comércio

Economia

COMENTAR | CORRIGIR

indústria

30/10/2019 - 12h50min. Alterada em 30/10 às 12h50min

Florestal compra fabricante de chocolates Caracol

Fabricante de Lajeado informou que vai manter as operações das atuais lojas da Caracol

Fabricante de Lajeado informou que vai manter as operações das atuais lojas da Caracol


CHOCOLATES CARACOL/DIVULGAÇÃO/JC
Bruna Oliveira
A Florestal Alimentos, de Lajeado, no Vale do Taquari, deu mais um passo no seu processo de expansão e anunciou, nesta quarta-feira (30), a compra da fabricante de chocolates Caracol, de Gramado. A aquisição deve incorporar à Florestal um acréscimo de 12% ao faturamento. O valor da transação não foi divulgado.
A Florestal Alimentos, de Lajeado, no Vale do Taquari, deu mais um passo no seu processo de expansão e anunciou, nesta quarta-feira (30), a compra da fabricante de chocolates Caracol, de Gramado. A aquisição deve incorporar à Florestal um acréscimo de 12% ao faturamento. O valor da transação não foi divulgado.
As operações das atuais lojas da Caracol serão mantidas. A proposta, a partir da aquisição, é expandir a abertura de novas unidades através do sistema de franquias. Atualmente, a Caracol possui mais de 20 pontos de vendas próprios e licenciados em 11 cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás e Distrito Federal.
A Caracol foi fundada em 1982, no município de Canela, mas, em 2001, teve sua fábrica transferida para Gramado. A empresa possui uma linha diversa de chocolates. O catálogo inclui bombons, trufas e alfajores, além de produtos diet, sem glúten e sem lactose.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/06/03/206x137/1_caderno__premio_exportacao_advb__florestal_alimentos___credito_adriano_orso__2_-8740478.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5cf562dfe607a', 'cd_midia':8740478, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2019/06/03/caderno__premio_exportacao_advb__florestal_alimentos___credito_adriano_orso__2_-8740478.jpg', 'ds_midia': 'Empresa, que tem mais de oito décadas de história, é líder na fabricação e comercialização de pirulitos planos na América Latina e uma das maiores fabricantes de balas do Brasil ', 'ds_midia_credi': 'ADRIANO ORSO/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Empresa, que tem mais de oito décadas de história, é líder na fabricação e comercialização de pirulitos planos na América Latina e uma das maiores fabricantes de balas do Brasil ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '531', 'align': 'Left'}
Indústria de Lajeado é uma das maiores do segmento e exporta produtos para mais de 80 países. Foto Adriano Orso/Divulgação/JC
A Caracol é a terceira aquisição da empresa de Lajeado. Em 2018, a Florestal já havia adquirido a Chocolates Planalto. A fabricante de doces ainda é dona das marcas Flofarma e Boavistense. As aquisições ampliam a atuação no setor doceiro e consolidam a estratégia de crescimento da empresa. Ao todo, a linha da Florestal soma 430 itens e exporta produtos para mais de 80 países.
Atualmente, 20% do faturamento da Florestal vem das vendas para outros países. Os principais produtos exportados pela empresa são os pirulitos de formato plano e as balas mastigáveis.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia