Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Finanças

- Publicada em 21h03min, 20/10/2019. Atualizada em 17h24min, 24/10/2019.

Apps ajudam a elevar número de investidores

Empresas estão aproveitando a popularização da internet para lançar ferramentas voltadas a esse nicho

Empresas estão aproveitando a popularização da internet para lançar ferramentas voltadas a esse nicho


/WARREN/DIVULGAÇÃO/JC
Marcelo Beledeli
O número de investidores na bolsa de valores vem crescendo no Brasil. Em setembro, 1.441.874 pessoas físicas estavam registradas na B3, número 76,3% maior do que em todo o ano de 2018 (813.291 CPFs). No entanto, o mercado ainda mostra amplo potencial para a entrada de mais interessados.
O número de investidores na bolsa de valores vem crescendo no Brasil. Em setembro, 1.441.874 pessoas físicas estavam registradas na B3, número 76,3% maior do que em todo o ano de 2018 (813.291 CPFs). No entanto, o mercado ainda mostra amplo potencial para a entrada de mais interessados.
Para especialistas, a popularização de informações sobre o mercado de capitais, graças à internet, é um dos principais fatores para a expansão do número de investidores. E diversas empresas vêm aproveitando essa onda, com o lançamento de aplicativos e plataformas para ajudar o investidor a encontrar as melhores opções para aplicar seu dinheiro.
Tito Gusmão, CEO da corretora digital Warren, lembra que, atualmente, menos de 0,5% dos brasileiros investe em ações. Em comparação, segundo o Banco Central (BC), em 2018, existiam 157 milhões de contas de depósito na poupança. "Existem R$ 4 trilhões investidos no Brasil, mas a maior parte está na poupança, nos fundos de previdência e nos fundos de investimento de bancos, que não costumam apresentar bons rendimentos, sem falar das taxas de administração", destaca.
"O brasileiro tem muito o hábito de pesquisar bastante na hora de comprar um bem de consumo, apartamento, carro, mas, na hora de aplicar seus investimentos, costumava apenas colocar na poupança ou delegar aos bancos", destaca Gusmão. O CEO da Warren lembra que, enquanto, no Brasil, 93% dos recursos investidos pelo público estão aplicados em bancos e 7% em corretoras, nos Estados Unidos, a proporção muda para 90% nas corretoras e 10% nos bancos. "Agora, com essa situação de juros baixos e fácil acesso à informação, essa delegação de responsabilidade acabou. Teremos que ser mais dedicados na hora de investir, pois os retornos de produtos bancários serão muito baixos."
Para Gustavo Reis, diretor da TradeMap, empresa de tecnologia para o mercado financeiro, as condições atuais são perfeitas para uma expansão do número de investidores, especialmente com o uso da tecnologia. "Existe uma demanda da sociedade por transparência, no consumo, nas relações, na política, e isso coloca pressão nos produtos financeiros para serem claros em relação ao que estão oferecendo. Além disso, a tendência de juros baixos vai propagando nas pessoas a ideia de que os rendimentos de aplicações tradicionais são decrescentes, o que faz elas terem propensão a mudar para renda variável e ativos de maior risco", afirma.
De acordo com o diretor comercial da corretora Easynvest, Fábio Macedo, os aplicativos para investidores ajudam o público a ter um controle maior do investimento do que existia no passado. "Antes, havia pouco acesso ao conteúdo. As aplicações eram tratadas como uma 'sopa de letrinhas' de corretoras e bancos. O público não tinha muito conhecimento do que estava sendo oferecido, e os bancos vendiam a ideia de que os recursos estavam seguros com eles. Agora, o consumidor tem condições mais fáceis de fazer comparativos e analisar melhor os riscos e retornos oferecidos", analisa.
Segundo Macedo, um segredo para o sucesso de um aplicativo para investidores é a facilidade para dar informações e realizar as operações. "Muitas pessoas queriam entrar em mercado de renda variável, mas não sabiam o que e como comprar. Muitos produtos existentes eram voltados apenas para pessoas com experiência nessa atividade, afastando os entrantes."
Reis, da TradeMap, lembra que a tecnologia tem sido um catalisador para o público acessar o mercado de capitais. "Hoje, é mais fácil ter acesso à informação. As ferramentas proporcionam acompanhar a bolsa em tempo real, sem grandes custos", destaca. Para o diretor da TradeMap, essas mudanças ajudam o público a ficar mais crítico. "A pessoa física é cada vez mais relevante no mercado e tem um poder de decisão melhorado. Isso força as corretoras a oferecerem produtos melhores", finaliza.

Veja alguns aplicativos para investidores existentes no mercado

Warren
O aplicativo utiliza uma Inteligência Artificial que identifica o seu perfil de investidor e traça seus objetivos financeiros. Depois, ele monta uma carteira de investimentos pessoal, com base nas suas informações e metas. Entre as vantagens estão permitir investimento mínimo de R$ 100,00 e ter uma taxa de administração de 0,5% ao ano para construir e fazer a gestão do portfólio de investimentos. Cobra taxa sobre os produtos Warren que compõem esse portfólio.
TradeMap
Plataforma que oferece cotações de ações em tempo real, controle de carteira de ativos, consolidando as cotas das múltiplas instituições e investimentos dos clientes e a maior prateleira de fundos, notícias e renda fixa disponíveis no mercado. O objetivo é simplificar o mercado financeiro e oferecer, em um único lugar, condições para que o usuário acompanhe o mercado por meio de diversos gráficos, interações, notícias e fatos relevantes em tempo real, conhecendo melhor as opções de investimento.
Easynvest Trade
O Easynvest Trade é um aplicativo que permite investir seu dinheiro pelo celular. Para começar a usar, é preciso fazer um cadastro com perguntas sobre o perfil financeiro. A plataforma exibe na tela inicial a cotação de algumas ações, mas, se o investidor quiser, pode fazer buscas mais específicas. A compra e venda de ações pela plataforma exige uma transferência de valores da mesma titularidade para a Conta Depósito na Easynvest, criada no cadastro. A retirada do investimento também poder ser efetivada de maneira simples, mas é necessário verificar os valores cobrados pelas transações financeiras no app.
ProfitChart
É um programa da gaúcha Nelogica, com recursos mais avançados e alta tecnologia. O sistema cria indicadores, automação de regras de operação e facilidades para os investidores. Também oferece relatórios de performance para que o investidor possa encontrar seus pontos de melhoria.
Investcharts
Programa que faz a análise da bolsa e que não precisa ser instalado. Tem ferramentas gratuitas para quem quer testá-lo antes de fazer um investimento real. Também dá para fazer visualizações de gráficos com configurações específicas e ter acesso a mais de 150 indicadores, 10 mil ativos e janelas de cotações.
Comentários CORRIGIR TEXTO